quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Guaratiba em obras para a JMJ


JMJRio2013: obras em Guaratiba começaram nesta terça-feira / Arqrio
Por: Raquel Araujo e Raphael Freire
Mais um passo foi dado rumo à Jornada Mundial da Juventude, que acontecerá entre os dias 23 e 28 de julho deste ano, no Rio de Janeiro. As obras no terreno que irá receber a Vigília e a Missa de Envio com o Santo Padre, batizado de Campus Fidei (Campo da Fé), começaram na tarde desta terça-feira, 19 de fevereiro, após a cerimônia de benção presidida pelo Arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani João Tempesta.
Estiveram presentes também os Bispos Auxiliares, Dom Paulo Cezar, Dom Edson de Castro Homem, além de representantes das três esferas de governo: municipal, estadual e federal, vigários episcopais, membros do clero, funcionários do Comitê Organizador da Jornada e paroquianos da região. Aproximadamente 200 pessoas acompanharam o evento. O Arcebispo ressaltou que a benção ao terreno se estende àqueles que participarão da JMJ e também àqueles que durante os próximos meses trabalharão no local:
— Mais do que um terreno, aqui é o local onde a juventude estará presente e será acolhida por nós. Aqui acontecerá a Vigília do sábado e a Missa de Envio do domingo e os jovens poderão conhecer as belezas naturais dessa região e as belezas do povo que aqui reside. (...) Vamos abençoar esse local que será um dos espaços da Jornada Mundial da Juventude pedindo a Deus para que abençoe também todos os jovens que virão para cá durante a JMJ e também por todas as pessoas que trabalharão pro aqui durante esses cinco meses, disse.
Dom Orani lembrou ainda o engajamento dos jovens na preparação para a Jornada. O Arcebispo destacou que a juventude católica é protagonista deste grande encontro mundial e vem dando significativas contribuições através dos trabalhos, opiniões e ações diversas:
— (...) Nós vamos receber o Papa em Copacabana e aqui em Guaratiba enviaremos os jovens pelo mundo inteiro em missão. Agradeço a todas as autoridades civis e militares pelo trabalho. Além disso, o que chama muita atenção dos membros do Vaticano que cuidam da Jornada é o número de jovens envolvidos na organização. O jovem também é protagonista dessa Jornada Mundial da Juventude e tem trabalho, tem dado a sua opinião e grande parte do Comitê Organizador Local são padres, religiosos (as), leigos e jovens. (...) Que aqueles que aqui pisarem sejam abençoados e retornem para suas casas cheios de graça de deus. Olhando hoje vemos um lugar vazio, mas com certeza os jovens, que são as sentinelas do amanhã, querem preencher os vazios do mundo com o seu testemunho. Por isso rezamos para que eles nunca deixem de fazer o bem e anunciar Jesus Cristo. Mais do que lucro para a cidade, a JMJ é um sinal de esperança para os jovens e nós estamos aqui dizendo que queremos construir um mundo melhor vivendo a fraternidade, opinou.
A Vigília e a Missa de envio com o Sumo Pontífice são as últimas atividades da Jornada, a serem realizadas no domingo, 28 de julho. Os jovens estarão reunidos em Guaratiba desde o dia anterior, na preparação para mais um contato com o sucessor de Pedro. Para melhor acolher esses jovens, a organização da JMJ trabalhará com a estrutura de lotes e ruas, que contarão com ilhas de serviço para apoiar os peregrinos. Banheiros, postos médicos, alimentação, tendas de adoração, torre de segurança, telões e bebedouros também serão instalados para proporcionar aos visitantes um melhor acolhimento. Segundo o diretor de produção da Dream Factory, — empresa responsável pela logística da Jornada Mundial da Juventude — Gilmar Pereira Júnior, o espaço será dividido em lotes para 50 mil e 30 mil pessoas e a previsão é de que as obras fiquem prontas e apenas três meses.
— Estamos aguardando um relatório de mobilidade da Secretaria de Transportes justamente para sabermos como será a chegada ate aqui. A previsão é de 12 a 13 quilômetros de peregrinação, ou menos, dependendo desse planejamento. (...) Quando falamos em obras englobamos tudo. Mas para especificar as obras do terreno ficarão prontas em três meses. Em meados de julho daremos inicio aos testes de luz, som e iluminação o papa vai chegar aqui de helicóptero e vai se mover de Papa Móvel pelo meio do povo, afirmou.
Campus Fidei  fica próximo à Estrada do Mato Alto e consiste em dois terrenos que, juntos, correspondem ao dobro do tamanho do local utilizado na Jornada de Madri. Mais de dois milhões de jovens são esperados para este encontro da fé no Rio de Janeiro. Destes, 75 mil já se inscreveram como voluntários. Para o Bispo Auxiliar do Rio de Janeiro, Dom Paulo Cezar, a chegada ao terreno em Guaratiba recordou a chegada de Moisés à terra prometida.
— A imagem que veio ao meu coração quando cheguei aqui hoje e vi o início das obras foi a imagem de Moisés quando vê a terra prometida. O Senhor reservou para nós esse local e nós estamos vendo a preparação do terreno e o início dos trabalhos com essa imagem bíblica bonita. A providência nos trouxe para cá, pois foi esse o espaço que o Senhor reservou para que a juventude possa se encontrar com Cristo. E tenho certeza que a juventude fará aqui uma bela experiência de encontro com Cristo voltando para seus países de origem entusiasmados para serem anunciadores de Dele, concluiu. 
ARQRIO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escreva no quadro ABAIXO seu comentário sobre esta postagem!

Translate