sexta-feira, 20 de julho de 2012

Programação da Festa de Santana no Centro do Rio


Praça Dom Sebastião Leme, 11 - Centro do Rio

PROGRAMAÇÃO DA FESTA DE SANT`ANA  
DE 17 à 26 de Julho de 2012
TEMA:  SANT`ANA E A FÉ VIVIDA EM COMUNIDADE


DIA – 17 – TERÇA FEIRA – 
ABERTURA COM MISSA SOLENE - 18hs
Lema: A Senhora Sant`Ana e a Fé Vivida em comunidade.
Inspiração Bíblica: “ ...Mas eu vos digo que no dia do julgamento haverá menos rigor para a terra de Sodoma do que pra vós” Mt 11,24
Animação: Ministros da Acolhida, Pastoral do Dízimo e Grupo de Oração Jesus Vive

2º. Dia - 18 – QUARTA FEIRA –
 Missa com Novena – 18hs
Lema: O Ano da Fé.
Inspiração Bílbica: “ Eu te louvo, Pai, Senhor do céu e da terra, porque escondestes estas coisas aos sábios e entendidos e as revelastes aos pequeninos”. Mt  11,25
Animação: Apostolado da Oração e Congregação Mariana

3º. Dia – 19 – QUINTA FEIRA – 
Missa com Novena – 18hs
Lema:  Como Sant`Ana ensinar que: Jesus Cristo  é a Porta de nossa Fé.
Inspiração Bíblica: “Vinde a mim, todos vós que estais cansados e carregados de fardos, e eu vos darei descanso”. Mt 11,28
Animação: Pastoral da Caridade Social e MESC

4º. Dia – 20 – SEXTA FEIRA - Dia Especial dedicado à Família com união
 das Paróquias de Sant´Ana e de São Joaquim, avós de Jesus. - Missa com Novena – 18hs
Lema: Como Sant`Ana, queremos viver a Fé em família.
Inspiração Bíblica: “ Misericórdia eu quero, e não sacrifícios...O filho do Homem é Senhor do sábado”. Mt 12,8
Animação: Catequese, Iniciação Cristã e Guarda de Honra.
Participação do Padre Gleuson e da comunidade paroquial da Igreja de São Joaquim, no Estácio.

5º. Dia – 21 – SÁBADO - 
Missa com Novena – 18hs 
Lema:  Como Sant`Ana , queremos ser anunciadores da Fé
Inspiração Bíblica: “Eis o meu Servo, que escolhi; o meu amado, no qual está o meu agrado; farei repousar sobre ele o meu espírito ele anunciará às nações o julgamento”. Mt. 12,18
Animação: CPP e Ministério de Música Sete Dons.

6º. Dia – 22 – DOMINGO - 
Missas: 06, 08, 10 e 18h
Lema:  Como Sant`Ana, queremos ser discípulos d’Aquele que nos amou primeiro.
Inpiração Bíblica: “Ao sair do barco, Jesus viu um grande multidão e encheu-se de compaixão por eles, porque eram como ovelhas sem pastor. E começou a ensinar-lhes muitas coisas”.   Mt 6,34
Animação: Todas as pastorais da paróquia.
TARDE DE LOUVOR À SENHORA SANT´ANA PELA JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE – 15 horas.

7º. Dia – 23- SEGUNDA FEIRA - 
Missa com Novena – 18hs 
Lema: Como Sant´Ana, queremos crer nos sinais  e na obra de Deus.
Inspiração Bíblia: “ ...Nenhum sinal lhe será dado, a não ser o sinal do profeta Jonas”. Mt 12,39
Animação: Pastoral da Crisma, Equipe de Liturgia: Coroinhas, Acólitos, Leitores, Músicos.

8º. Dia - 24 - TERÇA FEIRA
 Missa com Novena – 18hs
Lema: Como Sant`Ana queremos  encontrar n’Ele, Cristo, uma bússola segura.
Inspiração Bíblica: “...Quem é minha mãe, e quem são meus irmãos!...Pois todo aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus, é minha irmão, irmã e  mãe”. Mt 12,49
Animação: Pastoral Familiar e Aliança de Casais com Cristo.

9º. Dia – 25 – QUARTA FEIRA - 
Missa com Novena – 18hs 
Lema:  Como Sant`Ana, queremos ser testemunhas alegres de Jesus Cristo
Inspiração Bíblica: “ ...Quem quiser ser o maior entre vós seja aquele que vos serve, e quem quiser ser o primeiro entre vós, seja vosso escravo. Pois o filho do Homem veio não para ser servido, mas para servir  e dar sua vida em resgate de muitos”.  Mt 20,26-28
Animação: Pastoral  da Saúde e Ministério da Visitação.

DIA 26 DE JULHO – DIA DE SANT’ANA – QUINTA-FEIRA
 
Missa de hora em hora a partir de 6 horas
Procissão Luminosa às 20 horas.

terça-feira, 17 de julho de 2012

Jovens católicos invadem a Lapa em plena noite de sexta-feira!


Na madrugada de sexta-feira para o sábado,14 de julho, cerca de cinco mil jovens tomaram as ruas do Centro do Rio de Janeiro. Dessa vez, a grande imprensa praticamente não noticiou. Afinal, não se tratava de uma passeata de reinvindicações, para atrair holofotes... Não eram caras ou corpos pintados e pessoas violentas, que aumentam audiência... Era “apenas” uma procissão em contagem regressiva para um ano da Jornada Mundial da Juventude (JMJ Rio 2013) — o maior evento católico dos jovens do mundo todo com o Papa. Se tratava “somente” de um testemunho da fé católica...

Mas por que não noticiar que no coração daqueles jovens havia uma nova proposta revolucionária? Sim, ali era possível perceber uma revolução diferente, que não é feita por violência e não conta com armamentos. Algo silencioso, por partir do interior, mas ao mesmo tempo barulhento e cheio de vida, como é próprio da juventude.

A grande imprensa não viu o centro da cidade ser tomado por cinco mil rapazes e moças, com sorriso estampado no rosto e uma alegria contagiante por participarem de uma procissão, em plena noite de um final de semana! E perdeu o foco da beleza de atitudes cheias de amor e acolhimento, que partiram desses jovens, ao longo do percurso... A grande imprensa perdeu o fato e também a sutileza dos detalhes belos que compõem a personalidade da juventude católica carioca, que irá acolher peregrinos do mundo inteiro em julho de 2013.

... Mas eu vi, ouvi e senti

A badalada noite carioca em um dos seus principais points, a Lapa, foi marcada por um momento inusitado para os seus frequentadores e também para os muitos turistas presentes: tendo à frente banners (representando os patronos e intercessores da JMJ Rio 2013), o Arcebispo Metropolitano, Dom Orani João Tempesta, bispos auxiliares e diversos sacerdotes, a juventude testemunhou a alegria da sua fé.

Em meio a olhares surpresos e questionadores do motivo pelo qual aquela multidão feliz passava com um trio elétrico e membros do clero pela madrugada carioca, os que na Lapa estavam foram primeiramente atraídos por terem sido surpreendidos e, em seguida, pela animação que os jovens transmitiam.
E quem estava lá pôde ver. E eu vi... Vi jovens saírem ao encontro de pessoas que nem conheciam para falar do amor de Deus... Pra dizer que “rezar é legal”.

Vi um turista americano perguntar quantas cervejas uns rapazes da procissão tinham bebido para estarem tão alegres. E ouvi a simples resposta: “A gente não precisa de álcool e nem de drogas para ficar alegre. A gente tem Jesus no coração!”...

Vi um rapaz abraçar uma garota de programa e olhar para ela nos olhos. E, por leitura labial, entendi que ele dizia que ela era muito bonita, mas que a beleza mais importante nela era o coração e que ela precisava entregá-lo para Jesus para ter uma vida nova. E ela ficou emocionada...

Vi gente que, de oba-oba, entrou no meio da procissão só para zoar, fazer algazarra, e que ficou quebrada porque ainda assim foi acolhida com um abraço e com expressões como “seja bem-vindo”, “se alegre com a gente porque ser de Deus vale a pena”... E notei que essas pessoas acompanharam a procissão até o Santuário Nacional de Adoração Perpétua, onde os jovens se mantiveram em vigília de oração até 6h da manhã de sábado.

Vi muita gente parando de cantar os ritmos seculares para rezar algumas vezes, junto com a procissão, a Ave- Maria...

E teve até uma senhora, que, com os olhos cheios d´água, tocou no meu ombro e me perguntou: “vocês são católicos?” Ao ter certeza do que já imaginava exclamou: “Meu Deus, eu já tive uma fé viva assim, era praticante... O que aconteceu comigo?” E antes que eu pudesse responder, uma menina que estava próxima de nós, prestando atenção à conversa, a convidou: “Volta! Sempre é tempo!”...

Vi jovens falando por gestos sobre o amor de Deus até mesmo para quem estava na sacada dos prédios...

Em uma hora e vinte minutos de caminhada, vi uma juventude incansável, pró-ativa, feliz e desejosa de evangelizar... Vi a vivacidade da igreja jovem carioca...

Vi que naqueles lábios e naquela forma de expressão tão jovem e simples da fé a Igreja estava sendo atraente aos que estão fora dos seus muros. Atraente de um jeito talvez não compreensível... Mas nem por isso menos importante ou menos belo...

Aquela alegria e empolgação marcaram muito positivamente a noite carioca da Lapa. E não posso negar que me senti privilegiada por não ser da grande imprensa... Porque eu vi! E ouvi! E senti!

* Editora do Portal da Arquidiocese do Rio de Janeiro
* Fotos: Carlos Moioli

domingo, 15 de julho de 2012

Encontro de Papas

Com o advento da  fotografia no século XX, tais registros históricos se tornaram uma possibilidade viva. Fotos de Papas com seu sucessor passou a ser registrado e nos proporciona essa viagem na história:

Bento XV e Pio XII

Pio XI e Pio XII

Pio XII e João XXIII

Pio XII e Paulo VI

João XXIII e Paulo VI

Paulo VI e João Paulo I

Paulo VI e João Paulo II

Paulo VI e Bento XVI

João Paulo I e João Paulo II

João Paulo I e Bento XVI

João Paulo II e Bento XVI

João Paulo II e Francisco

Bento XVI e Francisco

quarta-feira, 11 de julho de 2012

Dom Eugênio Sales é sepultado na Catedral do Rio


Foi sepultado na cripta da Catedral do Rio, o corpo do Cardeal Arcebispo Emérito do Rio de Janeiro Dom Eugênio de Araújo Sales. A cerimônia começou às 15h e contou com a grande presença dos fieis que foram de despedir.

Fonte: globo.com

terça-feira, 10 de julho de 2012

Morre o Cardeal Dom Eugênio Sales


O cardeal Dom Eugênio de Araújo Sales, arcebispo emérito do Rio, morreu às 22h30 desta segunda-feira (9), aos 91 anos, após sofrer um infarto em casa.
Segundo a Arquidiocese do Rio de Janeiro, velório e enterro serão na catedral da cidade: o velório nesta terça de manhã, e o enterro, na quarta, às 15h.
Ficou à frente da arquidiocese carioca até 2001, onde se tornou referência na defesa de perseguidos políticos. Em 2008, soube-se que ele abrigou mais de 4.000 pessoas perseguidas pelos regimes militares do Cone Sul entre 1976 e 1982 (veja ao final da reportagem reprodução de reportagens do jornal "O Globo").Nascido em Acari (RN), em 11 de novembro de 1920, Dom Eugênio Sales foi ordenado bispo aos 33 anos, em Natal (RN), com apenas 11 de sacerdócio. Em 1968, tornou-se arcebispo de Salvador e, em 1971, arcebispo do Rio.
Ele foi um dos prelados brasileiros que mais cargos ocuparam no Vaticano. Em nota, a arquidiocese lamentou a morte e registrou: "Dom Eugenio de Araujo Sales, o mais antigo Cardeal da Igreja Católica, era Cardeal Presbítero da Santa Igreja Romana, do Título de São Gregório VII. Seu lema, fundamentado na Carta de São Paulo aos Coríntios, foi: 'Impendam et Superimpendar' (2Cor 12,15: 'De muito boa vontade darei o que é meu, e me darei a mim mesmo pelas vossas almas, ainda que, amando-vos mais, seja menos amado por vós')".O governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, decretou luto de três dias. Ele e o prefeito da cidade, Eduardo Paes, divulgaram notas em que lamentam a morte do religioso.
O atual arcebispo do Rio, Dom Orani João Tempesta, afirmou ao Jornal da Globo (veja vídeo acima) que "Dom Eugênio Sales foi um homem que seguiu Jesus Cristo, que soube estar presente nos momentos do Brasil, na questão dos refugiados, dos perseguidos. Ao mesmo tempo, teve sua presença junto ao Vaticano. Ele deixa marcada sua vida pela sua presença significativa na Igreja e no Brasil. Lembramos de sua atuação na Favela do Vidigal, ajudando os mais necessitados. Foi alguém que nunca deixou a fidelidade ao seu amor à Igreja e ao Santo Padre”.
Trajetória Dom Eugênio Sales nasceu em 8 de novembro de 1920 e entrou para o seminário em 1936. Após o Curso de Humanidades, foi enviado ao Seminário Maior da Prainha em Fortaleza, onde permaneceu de 1937 a 1943.
Sua ordenação diaconal ocorreu no dia 16 de março de 1943. Na manhã do dia 21 de novembro do mesmo ano foi ordenado sacerdote por Dom Marcolino, na antiga Catedral de Nossa Senhora da Apresentação, em Natal, e celebrou a primeira missa por ocasião da festa da padroeira com a homilia proferida por Monsenhor Paulo Herôncio.
Dom Eugênio participa de missa no Vaticano em 2005. (Foto: Arquivo/AP)Dom Eugênio participa de missa
no Vaticano em 2005 (Foto: Arquivo/AP)
No início do seu ministério sacerdotal recebeu a nomeação para coadjutor da Paróquia de Nova Cruz e capelão do Colégio Nossa Senhora do Carmo. Em 1944, transferido para Natal, foi designado capelão do Colégio Marista, diretor espiritual e professor do Seminário São Pedro.
Em 1954, aos 33 anos, foi nomeado bispo auxiliar de Natal pelo Papa Pio XII. Em 6 de janeiro de 1962, foi nomeado administrador apostólico de Natal, função exercida até 1964.
Naquele ano, foi também nomeado administrador apostólico da Arquidiocese de Salvador. No dia 29 de outubro de 1968, foi nomeado pelo Papa Paulo VI arcebispo de Salvador.
Em 28 de março de 1969, o Papa Paulo VI comunicou oficialmente a escolha de Dom Eugenio Sales para o Colégio Cardinalício. Durante o Consistório realizado entre os dias 28 de abril e 01 de maio de 1969, é criado Cardeal.
No dia 13 de março de 1971, foi nomeado arcebispo da Arquidiocese do Rio de Janeiro pelo Papa Paulo VI. Ocupou o cargo de 27 de março de 1971 a 25 de julho de 2001.
Atuação durante o regime militar
Reportagem do site do jornal "O Globo" lembra que, "em 67 anos de vida dedicada à Igreja, o cardeal foi rotulado tanto como líder conservador quanto 'bispo vermelho', por ter, no início do sacerdócio, ajudado a criar os primeiros sindicatos rurais no Rio Grande do Norte. Um capítulo importante da vida de Dom Eugenio remonta à ditadura, quando atuou de maneira silenciosa, abrigando no Rio mais de quatro mil pessoas perseguidas pelos regimes militares do Cone Sul, entre 1976 e 1982, especialmente argentinos".
Dom Orani João Tempesta, Arcebispo da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro
“Dom Eugênio Sales foi um homem de Igreja, que seguiu Jesus Cristo, e que por isso trabalhou na evangelização, na preocupação com o próximo. Soube estar presente nos principais momentos do Brasil, na questão dos refugiados, na defesa dos perseguidos. Ao mesmo tempo, teve sua presença junto ao Vaticano, fundou a campanha da fraternidade. Ele deixa marcada sua vida pela sua presença significativa na Igreja e no Brasil. Lembramos de sua atuação na questão das favelas, ajudando os mais necessitados. Foi alguém que nunca deixou a fidelidade ao seu amor à Igreja e ao Santo Padre”.
Eduardo Paes, prefeito do Rio de Janeiro
“Dom Eugênio Sales zelou por nossa cidade durante décadas. Grande homem de Deus, ele será sempre lembrado por sua sabedoria, a força de seus ensinamentos, a perspicácia com que comunicava e defendia sua fé e o exemplo de caridade nos anos mais difíceis da história brasileira. Que ele continue protegendo e abençoando o Rio e os cariocas”.
Sérgio Cabral, governador do RJ
Cabral lamentou a morte de Dom Eugênio Sales e decretou luto oficial de três dias no Estado. “Dom Eugenio Sales era amado pelo povo do Rio de Janeiro. Nas últimas décadas, a sua liderança religiosa foi a mais importante do nosso Estado. Vamos decretar três dias de luto”.
Arquidiocese do Rio
“É com pesar que a Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro noticia o falecimento de seu arcebispo emérito cardeal Dom Eugênio de Araújo Sales, o mais antigo cardeal da igreja católica. Era cardeal presbítero da Santa Igreja Romana, do título de São Gregório VII. Seu lema, fundamentado na carta de São Paulo aos Coríntios, foi: “impendam et superimpendar” (2cor 12,15: “de muito boa vontade darei o que é meu, e me darei a mim mesmo pelas vossas almas, ainda que, amando-vos mais, seja menos amado por vós”).

o globo dom eugenio (Foto: Reprodução)Reprodução de reportagem do jornal 'O Globo' de 2008
dom eugenio o globo vale (Foto: Reprodução)

domingo, 8 de julho de 2012

Caminhada e Corrida marcará 1 ano para a JMJ 2013

INSCRIÇÃO PELO SITE DA JMJ NO LINK http://178.238.228.231:8080/ME/tiles/indexInscricao.action

 

Breve descrição

Uma corrida e caminhada de rua que vai acontecer no dia 22 de julho em todas as dioceses do Brasil marcando a largada para a contagem regressiva de uma ano para a Jornada Mundial da Juventude Rio 2013. Esse é o Bote Fé na Vida, uma iniciativa da Igreja do Brasil que visa integrar esportes e evangelização.

Resumo do regulamento

O evento
Vamos começar a contagem regressiva para a Jornada Mundial da Juventude correndo. Isso mesmo!O Bote Fé na Vida é um projeto para evangelizar através do Esporte.

Uma corrida e caminhada de rua que vai acontecer no dia 22 de julho  em todas as dioceses do Brasil marcando a largada para a contagem regressiva de uma ano para a Jornada Mundial da Juventude Rio 2013. Esse é o Bote Fé na Vida, uma iniciativa da Igreja do Brasil que visa integrar esportes e evangelização

Largada às 09:00hrs
Programação
LOCAL DA PROVA NA ARQUIDIOCESE DO RIO DE JANEIRO
  
•       Local:  Copacabana
•       Concentração: Praça do Lido
•       Percurso de 5 km - Saída e Chegada na Praça do Lido pela Avenida Atlântica.

INSCRIÇÕES – 01K DE ALIMENTO NÃO PERECÍVEL
Pela INTERNET, no site www.rio2013.com  até o dia 20 de Julho de 2012, podendo ser PRORROGADA ou ENCERRADA a qualquer tempo, a critério da ORGANIZAÇÃO e sem aviso prévio.
As inscrições poderão ser feitas por terceiros, desde que seja maior de idade e, acompanhada de cópia de um Documento de Identidade do ATLETA, que deverá ser apresentado pelo terceiro no ato da retirada do kit.
O evento terá duração máxima de 01h30min (uma hora e trinta minutos), sendo que o ATLETA que estiver no percurso dentro do tempo projetado, em qualquer ponto do percurso, poderá ser convidado a retirar-se da competição. A  ORGANIZAÇÃO não será mais responsável por qualquer tipo de serviço ou apoio a este corredor ou caminhante.
Não poderão participar do EVENTO, ATLETAS que estejam suspensos, ou que estejam cumprindo qualquer tipo de punição impeditiva imposta por Confederações ou Federações.
Poderá ser realizado exame antidoping para os ATLETAS participantes do EVENTO a critério da ORGANIZAÇÃO, de acordo com a Norma 07 de Corridas de Rua da CBAT.

O ATLETA deverá observar o trajeto ou percurso balizado para prova, não sendo permitido qualquer outro meio auxiliar para alcançar qualquer tipo de vantagem ou corte do percurso indicado.

É proibido o auxílio de terceiros, como o acompanhamento por ciclistas ou algum tipo de hidratação em movimento, exceto os pontos de abastecimento oferecidos pela própria ORGANIZAÇÃO, bem como o uso de qualquer recurso tecnológico sem prévia autorização, por escrito, da ORGANIZAÇÃO.

Não haverá pagamento de cachê de participação para nenhum ATLETA.
A participação do ATLETA no EVENTO é individual.

O ATLETA assume e expressamente declara que é conhecedor de seu estado de saúde e capacidade atlética, e treinou adequadamente para o EVENTO.

A Direção Técnica da prova reserva-se o direito de incluir no EVENTO ATLETAS especialmente convidados.
Retirada de kits
A entrega do Kit ocorrerá nos municípios onde serão realizados as provas  no dia 21 de Julho das 09:00h as 16:00h, LOCAL A SER DEFINIDO, de 09h00min as 16h00min.
NÃO SERÃO ENTREGUES KITS NO DIA DA PROVA, NEM APÓS A MESMA.

Para retirar o Kit do ATLETA, é necessário apresentar:
- Documento de Identidade com foto original (RG ou Carteira de Motorista);
- Levar 01 k de alimento não perecível.
Poderá a ORGANIZAÇÃO ofertar opção de escolha no dia da entrega do kit de tamanho das camisetas promocionais oferecidas como forma de cortesia e brinde com cotas limitadas de quantidades sem a obrigatoriedade de disponibilização de estoque por tamanho no ato da entrega de kit e/ou nas suas instalações.
Solicitamos a todos os participantes utilizar a camisa do evento para maior divulgação da Jornada Mundial da Juventude.
O Kit-participante é composto por :
      -     A Camisa do evento com a logo do evento e do apoiador. Solicitamos à todos que prestigiem o evento com a camisa oficial para auxílio na divulgação da Jornada Mundial da Juventude! Colabore!
-          O Número de peito, alfinete e chip descartável (uso obrigatório)
-           Hidratação - Copos d´agua no percurso, 2,5km e na chegada
Premiação
Os 3 (três) primeiros colocados geral receberão:
Troféus, tanto MASCULINO quanto FEMININO
 e todos os participantes que completarem o percurso receberão Medalha de Participação
Os 100 melhores colocados – 50 homens e 50 mulheres terão direito à um convite para um dia no evento “Preparai o Caminho” que acontece no Maracanazinho, entre os dias 27, 28 e 29 de Julho.
Considerações finais
DECLARAÇÃO

Declaro que estou plenamente de acordo com o Regulamento do evento, disponível na página de internet .

• Participo do evento Corrida Bote Fé na Vida por livre e espontânea vontade, isentando de qualquer responsabilidade os Organizadores, Patrocinadores e Realizadores, em meu nome e de meus sucessores.
• Estou ciente de meu estado de saúde e de estar capacitado (a) para a participação, gozando de saúde perfeita e de haver treinado adequadamente para este evento, em virtude de qualquer espécie de dano praticado contra quem quer que seja.
• Assumo ressarcir quaisquer valores decorrentes de danos pessoais ou materiais por mim causados durante a minha participação neste evento.
• Por este instrumento, cedo todos os direitos de utilização de minha imagem (inclusive direitos de arena), renunciando ao recebimento de quaisquer rendas que vierem a ser auferidas com materiais de divulgação, campanhas, informações, transmissão de tv, clipes, reapresentações, materiais jornalísticos, promoções comerciais, licenciamentos e fotos, a qualquer tempo, local ou meio e mídia atualmente disponíveis ou que venham a ser implementadas no mercado para este e outros eventos, ou nas ações acima descritas realizadas pela Arquidiocese  e/ou seus parceiros comerciais.
• Estou ciente que, ao me cadastrar ou inscrever, estou me incluindo automaticamente no banco de dados da Arquidiocese, autorizando esta, desde já, a enviar para o endereço eletrônico ou físico cadastrado, qualquer tipo de correspondência eletrônica ou física para participar de qualquer promoção ou ação promocional e programas de incentivo bem como comercial ,desenvolvida pela mesma e ou por seus parceiros.
• Assumo com todas as despesas de viagem, hospedagem, alimentação, traslados, seguros, assistência médica e quaisquer outras despesas necessárias, ou provenientes da minha participação neste evento; antes, durante ou depois do mesmo.
• Representante, técnico, ou coordenador de equipe, estou de acordo com o regulamento da prova e com minhas responsabilidades acima especificadas, em qualquer tempo e ou local, nada tendo a reclamar, ora ou futuramente, em razão de suas normas e regras, estando todas dentro do mais cristalina boa fé e estrito bom senso. Declaro que a decisão e escolha de incluir e/ou excluir atletas no referido evento através do sistema de treinador é de única e exclusiva responsabilidade do treinador. A ORGANIZAÇÃO se isenta de qualquer decisão, avaliação pessoal ou direta junto ao atleta, ficando responsável o treinador pela exatidão das informações, pois, se o atleta tem ciência de sua participação ou de sua inscrição para o evento, a responsabilidade será do mesmo e de seu treinador.
• Aceito não portar, bem como não utilizar dentro das áreas do evento, incluindo percurso e entrega de kit, ou qualquer área de visibilidade no evento voltada ao público, ou meios de divulgação e promoção, nenhum material político, promocional ou publicitário, nem letreiros que possam ser vistos pelos demais sem autorização por escrito da organização; e também, nenhum tipo de material ou objeto que ponha em risco a segurança do evento, participantes e / ou das pessoas presentes, aceitando ser retirado pela organização ou autoridades das áreas acima descritas.
• Em caso de participação neste evento, representando equipes de participantes ou prestadores de serviços e/ ou qualquer mídia ou veículo, declaro ter pleno conhecimento, e que aceito o regulamento do evento, bem como, a respeitar as áreas da organização destinadas as mesmas, e que está vedada minha participação nas estruturas de apoio a equipes montadas em locais inadequados, ou que interfiram no andamento do evento, e também locais sem autorização por escrito da organização, podendo ser retirado em qualquer tempo.
• Independentemente de estar presente ou não no ato da inscrição, bem como da retirada de meu kit de participação, declaro estar ciente de todo o teor do regulamento da prova, bem como de meus direitos e obrigações dentro do evento, tendo tomado pleno conhecimento das normas e regulamentações da prova, outorgando-as, expressamente, plena validade, uma vez que pautadas por bom senso e boa fé.
• Declaro estar de acordo que, poderei receber da Organização por mera liberalidade e/ou cortesia o direito de escolher o dia e local da entrega de kit e o tamanho de camiseta (quando essas opções estiverem disponíveis no processo de inscrição).
 • CHIP , o participante fica ciente de que a responsabilidade do correto uso do chip no tênis / vestuário é de sua exclusiva responsabilidade, bem como a passagem no tapete de captação de dados instalado, pois se tratam de equipamentos eletrônicos, e os mesmos podem sofrer algum tipo de interferência e/ou perda de informações, ficando isenta a ORGANIZAÇÃO e Realizadores do fornecimento dos mesmos.

sábado, 7 de julho de 2012

Vigília JMJ - 13/07



Esse mês a Vigília dos Jovens Adoradores terá uma dinâmica diferente.

O encontro mensal em julho será no dia 13 e começará com um evento no Largo da Carioca, a partir de 17h, com as participações de Padre Omar, Banda Dominus e Aliança de Misericórdia

Ainda no Largo da Carioca, o Arcebispo Dom Orani João Tempesta anunciará a oração oficial pela JMJ Rio e presidirá a Santa Missa de abertura da Vigília.

Em seguida, será realizada uma procissão pelas ruas do centro do Rio de Janeiro, com 365 velas acesas, simbolizando os dias de espera para a JMJ Rio2013, até a Igreja de Sant´Ana, onde a Vigília dos Jovens Adoradores continuará, com animação da Banda Dominus.

segunda-feira, 2 de julho de 2012

Rosa de Saron faz tremer a Fundição Progresso

Na noite do último domingo, 01 de julho, uma das bandas católicas mais conhecidas do país se apresentou no palco da Fundição Progresso no Centro do Rio. Após os shows da Banda Canto Novo e Shekinah, os quatro integrantes do Rosa de Saron invadiram o palco e agitou a multidão com 17 músicas cantadas com muito rock  e emoção.

O Show marcou a abertura da turnê da banda pelo Brasil e foi mais um evento comemorativo pelos 20 anos da Rádio Catedral. O evento contou com a presença sempre querida de nosso Arcebispo Dom Orani Tempesta e de uma multidão de umas 4 mil pessoas.

Como é bom louvar nosso Deus de diferentes maneiras, mas de igual importância!

Banda Canto Novo
Banda Shekinah
Banda Rosa de Saron
Fundição Progresso lotada

Colaboração: Ariel Carvalho

Missa na quarta-feira

A Santa Missa nas quartas - feiras voltarão a partir do dia 04 de julho para o horário das 17 horas.

domingo, 1 de julho de 2012

Um pela Cruz e outro pela espada


Tão distante como o século quarto se celebrava uma festa em memória dos Santos Pedro e Paulo no mesmo dia, ainda que o dia não fosse o mesmo no Oriente e em Roma. O Martirológio Sírio de finais do século quarto, que é um extrato e um Catálogo Grego de santos da Ásia Menor, indica as seguintes festas em conexão com o Natal (25 de dezembro): 26 de dezembro Santo Estêvão, 27 de dezembro São Tiago e São João; 28 de dezembro São Pedro e São Paulo.
A festa principal dos Santos Pedro e Paulo foi mantida em Roma em 29 de junho desde o século terceiro ou quarto. A lista de festas de mártires no Cronógrafo de Filócalo coloca esta nota na data – “III. Kal. Jul. Petri in Catacumbas et Pauli Ostiense Tusco et Basso Cose”. (= o ano 258). O “Martyrologium Hieronyminanum” tem, no Berne MS., a seguinte nota para o dia 29 de junho: “Romae via Aurelia natale sanctorum Apostolorum Petri et Pauli, Petri in Vaticano, Paulo in via Ostiensi utrumque in catacumbas, passi sub Nerone, Basso et Tusco consulibus” (ed. De Rossi – Duchesne, 84).
A data 258 nas notas revela que a partir desse ano se celebrava a memória dos dois Apóstolos em 29 de junho na Via Apia ad Catacumbas (perto de São Sebastião fuori le mura), pois nesta data os restos dos Apóstolos foram trasladados para o local descrito acima. Mais tarde, talvez com a construção da Igreja sobre as tumbas no Vaticano e na Via Ostiensi, os restos foram restituídos a seu anterior descanso: os de Pedro na Basílica Vaticana e os de Paulo na Igreja na Via Ostiensi.
No local Ad Catacumbas foi construído, tão longínquo como no século IV, uma igreja em honra aos dois Apóstolos. Desde o ano 258 guardou-se a festa principal em 29 de junho, data em que desde tempos antigos celebrava-se os Serviço Divino solene nas três igrejas acima mencionadas (Duchesne, “Origenes du culte Chretien”, 5o ed., Paris, 1909, 271s, 283s, Urbano, “Ein Martyrologium der christl. Gemeinde zu Rom an Anfang des 5. Jahrh”, Leipzig, 1901, 169s; Kellner, “Heortologie”, 3o ed., Freiburg, 1911, 210s.). A lenda procurou explicar que os Apóstolos ocupassem temporariamente o sepulcro Ad Catacumbas mediante a suposição que, em seguida da morte deles os Cristãos o Oriente desejassem roubar seus restos e levá-los para o Leste. Toda esta história é, evidentemente, produto da lenda popular.
Uma terceira festividade dos Apóstolos tem lugar em 1 de agosto: a festa das Correntes de São Pedro. Esta festa era originalmente a de dedicação da igreja do Apóstolo, erigida na Colina Esquilina no século IV. Um sacerdote titular da Igreja, Filipo, foi delegado papal ao Concílio de Éfeso no ano 431. A igreja foi reconstruída por Sixto II (432) às custas da família imperial Bizantina. A consagração solene pode ter sido em 1o de agosto, ou este foi o dia da dedicação da igreja anterior. Talvez este dia foi escolhido para substituir as festas pagãs que se realizavam em 1o de agosto. Nesta igreja, ainda de pé (S. Pedro em Vincoli), provavelmente se preservaram desde o século quarto das correntes de São Pedro que eram muito grandemente veneradas, sendo considerados como relíquias apreciadas os pequenos pedaços de seu metal.
De tal modo, a igreja desde muito antigamente recebeu o nome in Vinculis, convertendo-se a festa de 1o de agosto na festas das correntes de São Pedro (Duchesne, op. Cit. , 286s; Kellner, loc, cit., 216s.). A memória de ambos Pedro e Paulo foi mais tarde relacionada com os lugares da antiga Roma: a Via Sacra, nas proximidades do Foro, onde se dizia que foi atirado ao solo o mago Simão diante da oração de Pedro e a cárcere de Tullianum, ou Cárcere Mamertinus, onde se supõe que foram mantidos aos Apóstolos até sua execução.
Também em ambos lugares foram erigidos santuários dos Apóstolos e da cárcere Mamertina ainda permanece em quase seu estados original desde a longínqua época Romana. Estas comemorações locais dos Apóstolos estão baseadas em lendas e não há celebrações especiais nas duas igrejas. Entretanto, não é impossível que Pedro e Paulo tenham sido confinados na prisão principal de Roma na fonte do Capitólio, da qual fica como um resto a atual Cárcere Mamertinus.
Fonte: ACI Digital

Translate