sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Procissão de São Sebastião leva 200 mil fiéis para as ruas do Rio

Com a grande graça de poder sediar a Jornada Mundial da Juventude (JMJ RIO2013), em julho do próximo ano, a Arquidiocese do Rio de Janeiro, juntamente com toda a população da Cidade Maravilhosa, provou que é capaz de realizar um grande momento de fé, devoção e esperança. Correspondendo ao chamado de Deus e à convocação que a Igreja no Rio veio realizando desde o dia sete de janeiro – com o início da Trezena de São Sebastião –, cerca de 200 mil pessoas deram um belo testemunho de fé nesta data festiva, 20 de janeiro, dia do Padroeiro da Arquidiocese e da Cidade.

Com muita alegria e fervor, a grande multidão saiu da Igreja de São Sebastião (dos Capuchinhos) em direção à Catedral Metropolitana. Muitas pessoas trajavam camisas vermelhas e portavam lenços e bandeiras da mesma cor, em memória ao martírio do Santo. A procissão foi presidida pelo Arcebispo do Rio, Dom Orani João Tempesta, e animada pelos Padres que participaram do CD de cânticos “São Sebastião Acolhe a Juventude”, produzido para animar os festejos do Santo Mártir neste ano de 2012.
Para o Arcebispo, este dia 20 — que reuniu além das 200 mil pessoas no Centro do Rio muitas outras nas várias paróquias e capelas dedicadas ao Santo, que nesta data também realizam procissões comunitárias — revela a força da devoção católica na Cidade:
— Reunir 200 mil pessoas na procissão e outras tantas nas várias comunidades por toda a Cidade mostra o carinho dos cariocas para com São Sebastião. (...) O povo do Rio de Janeiro vê em São Sebastião alguém que é exemplar e o ajuda a ser melhor, contou Dom Orani.

Para o Pároco da Igreja São Joaquim, Padre Gleuson Gomes, que animou o grande momento de oração e participou da produção do CD cantando as músicas “Jovens Abençoados” e “As flechas não mataram”, a procissão de São Sebastião significa uma manifestação de fé com o desejo de que todos se lembrem do Padroeiro da cidade como um homem que realmente constituiu uma grande entrega, uma oblação perfeita à Cristo.

- A vida de São Sebastião precisa ser lembrada porque ele é uma expressão de devoção muito forte no coração do Rio, ele é um símbolo perfeito para a cidade. Nós sabemos que São Sebastião passou por muitas torturas, espancamentos e flechadas, mas nenhum sofrimento foi maior do que o seu amor a Cristo e isso é a cara do Rio de Janeiro. Celebramos hoje, neste dia especial, uma vida que é um sinal do poder de Deus no meio da nossa fragilidade humana, afirmou Padre Gleuson.

O Coordenador de Eventos de Massa da Arquidiocese, Padre Omar Raposo, falou sobre a participação da população carioca durante os treze dias de preparação espiritual para a festa do Padroeiro e sobre a procissão.

- A trezena e a procissão mostram a força do povo de Deus e a visibilidade que queremos dar à nossa fé e ao nosso Padroeiro, São Sebastião — maior devoção de nossa cidade. É um momento de emoção, de oração e de reflexão, pois estamos às vésperas da Jornada Mundial da Juventude (JMJ RIO2013), desejosos por receber e acolher jovens do mundo inteiro e levar a Palavra de Deus para todos os povos: eis a nossa alegria, eis a nossa festa, afirmou Padre Omar.
Muitos quiseram participar do momento festivo, sem medir esforços. Crianças acompanhadas pelos pais, jovens, idosos e muitos cadeirantes, acompanharam todo o cortejo agradecendo e pedindo a intercessão do Padroeiro do Rio de Janeiro. Das janelas de suas casas e edifícios, muitos idosos que não podem se locomover também acenavam e faziam suas orações ao Santo. Alguns, inclusive, ornamentaram suas sacadas em atenção a São Sebastião.

- Participar da procissão pra mim é muito importante porque esse Santo é rico de esperança e de fé. Tudo o que eu peço, pela intercessão de São Sebastião, eu consigo, destacou José Laerte da Paróquia São Tiago, em Inhaúma.

Cecília Angelina, que participa da Igreja de Santo Antônio, no Centro, acompanhou a procissão com toda a família pedindo a intercessão de São Sebastião pela cura de sua tia.

- Sempre fui devota de São Sebastião e ele sempre me atendeu. Não vai ser agora que ele vai me deixar... Tenho muita fé que ela será curada, disse Cecília.

Devoto desde criança, Alessandro de Oliveira, da Igreja Nossa Senhora da Luz, no Alto da Boa Vista, vestiu Mateus, seu filho de um ano, de São Sebastião.

- Desde criança eu sou devoto de São Sebastião e sempre participei da Missa e da Procissão. Frequento a Igreja fielmente e essa foi uma oportunidade que eu encontrei de ele seguir o mesmo caminho, afirmou Alessandro.

Felizes e agradecidos a Deus pelos festejos de São Sebastião estarem ligados à juventude, os jovens da Arquidiocese também acompanharam a Procissão. A Coordenadora Arquidiocesana da Pastoral da Juventude(PJ), Aline Barbosa, ressaltou que todos devem se espelhar no “Jovem Discípulo de Jesus”.

- É uma grande alegria nós estarmos participando da festa do Padroeiro do Rio de Janeiro. São Sebastião foi um jovem perseverante e corajoso, um exemplo para todos nós. Foi uma grande honra ter a Trezena e tudo o que foi preparado para essa grande festa, voltados para a juventude, somos muito gratos a Deus e à Igreja, disse Aline.

O prefeito Eduardo Paes, vereadores, e outras autoridades civis, como a Chefe da Polícia Civil, Delegada Martha Rocha, também compareceram à procissão para fazerem seus pedidos a São Sebastião.

Durante todo o trajeto, muitas foram as pessoas que fizeram suas doações para as vítimas das enchentes no Estado do Rio. Ao longo dos 13 dias preparatórios a esta data festiva, a Arquidiocese do Rio arrecadou, com a carreata da fraternidade, aproximadamente 10 toneladas de alimentos, além das que foram reunidas nesta tarde, num grande gesto de solidariedade testemunhado pela população carioca.

FONTE: PORTAL DA ARQUIDIOCESE DO RIO


FOTOS: Ariel Carvalho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escreva no quadro ABAIXO seu comentário sobre esta postagem!

Translate