segunda-feira, 12 de setembro de 2011

5ª Mostra Bíblica é destaque na Igreja de Sant'Ana



Com tema “Os Evangelistas” e lema “Convertei-vos e crede no Evangelho”, a V Mostra Bíblica do Vicariato Urbano, no último domingo, 11 de setembro, reuniu representantes de todas as foranias do Vicariato Urbano na Paróquia de Sant´Ana, no Centro. Cerca de 500 pessoas compareceram ao evento de evangelização e puderam saber mais sobre as características particulares de cada um dos autores sagrados para que os homens possam conhecer a revelação de Deus.

Música, dança e encenação abrilhantaram o dia de conhecimento das Sagradas Escrituras. Criatividade foi a marca registrada do encontro, que reuniu crianças, jovens e adultos em torno da Palavra de Deus. A Celebração Eucarística das 10h, presidida pelo Vigário Episcopal Urbano e Pároco de Sant´Ana, Padre José Laudares, iniciou o dia de atividades. A liturgia, preparada também visando a Mostra Bíblica, valorizou especialmente o momento da Procissão da Bíblia: o Livro Sagrado foi recebido com uma coreografia, dançada por cinco crianças da catequese.

Padre José, durante a Missa, destacou a importância de valorizar a Palavra de Deus na vida de cada um e destacou o tema da liturgia do dia: o perdão. Para o sacerdote, é difícil pedir, dar e receber o perdão, porém sem perdão não há amor.

— Sem amor Deus não está presente. Perdão significa amor, concórdia, paz e união, afirmou.

Padre José também ressaltou que a misericórdia de Deus é infinita e reforçou a necessidade do perdão através do trecho do livro do Eclesiástico “se alguém guarda raiva contra o outro, como poderá pedir a Deus a cura?”

Após a Missa, no auditório paroquial, começaram as várias apresentações, que buscavam retratar trechos bíblicos dos evangelhos. Para a coordenadora vicarial da Iniciação Cristã, Teresa Cristina, a escolha do tema foi uma forma de ajudar a mostrar as características próprias do texto de cada um dos autores sagrados, já que por muitas vezes um mesmo assunto é escrito de forma diferente para facilitar o entendimento, conforme a necessidade.

A Paróquia Santa Catarina iniciou sua apresentação mostrando uma entrevista com a Bíblia. Com muita criatividade, uma das crianças representava a Bíblia como uma artista badalada, que todos buscavam fotografar e que era entrevistada e explicava todas as suas características. Ao final, um estímulo para que todos a conheçam um pouco mais: “se você dedicar meia hora lendo cinco capítulos do livro sagrado, em um ano o terá lido por inteiro”.

Em seguida, foi a vez da Paróquia Santa Rita, que deixou uma mensagem de reflexão com referência à Parábola do Semeador: “que tipo de semente cada um é?” As crianças da catequese da Catedral de São Sebastião mostraram o trecho bíblico das bodas de Caná. Já a Paróquia anfitriã mostrou a necessidade de oferecer a própria vida a Deus.

Encerrando a parte da manhã, as crianças da Paróquia Santo Antonio dos Pobres chamaram a atenção para o perigo dos apegos materiais, recordando a passagem bíblica em que um jovem fica triste ao saber que deveria doar toda a sua riqueza para seguir Jesus. Em seguida foi feito um jogral com todas as crianças presentes. Para a coordenadora da iniciação cristã da Paróquia, Livia Reis, uma mostra bíblica promove um intercâmbio e permite a possibilidade de ver e conhecer o trabalho de todas as paróquias:

— Atividades como jogos, teatro, dança são formas de atrair as crianças para a Igreja, opinou.

Na parte da tarde houve o teatro de fantoches, organizado pela Paróquia Nossa Senhora de Fátima. O grupo Conte Outra Vez, formado por Mariana, Juliana, Hannah e Hyan, se apresentou pela primeira vez com um texto do catequista de perseverança João Pedro. As Paróquias Consolata e Santo André demonstraram como é possível evangelizar através da dança.

A Capela Sagrado Coração de Maria, de Santa Teresa, encenou a última ceia. A Capela Nossa Senhora de Fátima, em Benfica, o anúncio do anjo à Maria e a Capela Nossa Senhora do Carmo da Lapa do Desterro, na Lapa, o lava pés.

O Grupo Jovem da Capela São Crispim e São Crispiniano fez a representação da paixão e morte de Jesus. Já a Capela Nossa Senhora das Graças, de Benfica, trabalhou o tema referente aos preconceitos do cotidiano e à falta de humildade. A última a se apresentar foi a Paróquia Sagrada Família, que, destacando a necessidade de que a justiça de Deus seja feita, apresentou os trechos bíblicos das bem aventuranças e a parábola do semeador.

Ao encerrar, agradecendo a colaboração de todos, Padre José destacou que o Vicariato Urbano está vivo e atuante. Ele também lembrou a responsabilidade que o Rio tem com a Jornada Mundial da Juventude em 2013. Para o Vigário Episcopal é necessária uma juventude sadia e iniciada na fé, jovens católicos sinceros evangelizados e evangelizadores. E fazendo referência ao lema da mostra, “Convertei-vos e crede no Evangelho”, ele incentivou todos a uma ação missionária:

- Levai a Palavra de Deus, desde os mais pequenos até os maiores, ordenou Padre José.
* Colaboração e fotos: Victor Gonzalez

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escreva no quadro ABAIXO seu comentário sobre esta postagem!

Translate