domingo, 28 de agosto de 2011

70 mil romeiros cariocas peregrinam em Aparecida



Agradecer. Esse foi o objetivo principal dos cariocas na Peregrinação Arquidiocesana ao Santuário Nacional de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, em São Paulo. A Santa Missa, celebrada neste sábado, dia 27 de agosto,  foi presidida pelo Arcebispo do Rio, Dom Orani João Tempesta. Na 22º Romaria da Arquidiocese, os louvores e orações dedicadas à Maria Santíssima também colocaram em prática a Palavra de Deus, que diz: “Todas as gerações me proclamarão bem aventurada” (Lucas 1,48).

Na homilia, Dom Orani exortou os romeiros a utilizarem os seus talentos em prol da evangelização.

- Precisamos ser discípulos e missionários para anunciar o mundo novo. Assim como fez Santa Mônica, devemos perseverar, não podemos nos cansar de orar e evangelizar. Na casa da Mãe Aparecida, pedimos a Deus que nossos talentos se multipliquem e que nossa conversão transpareça, através de uma vida de santidade. O Senhor confiou a nós uma missão e, com entusiasmo, devemos fazer a nossa parte, incentivou o Arcebispo do Rio.

A Sagrada Eucaristia, transmitida pela Rádio Catedral (FM 106,7), pela WebTV Redentor e por diversas emissoras católicas, foi concelebrada pelos bispos auxiliares e eméritos da Arquidiocese. Ao redor do altar, também estavam presentes inúmeros sacerdotes, diáconos, seminaristas e religiosos que, em comunhão com o povo reunido, se consagraram à Nossa Senhora Aparecida no encerramento da celebração litúrgica.

Fé e esperança movem romeiros no caminho do Calvário 

Após a Missa, Dom Orani conduziu o povo na Via-Sacra no Morro do Cruzeiro. O caminho íngreme, sob o sol forte, tornou a oração ainda mais significativa.

- Quando eu estava na terceira estação, senti vontade de parar, pensei em desistir. Mas, na dificuldade que enfrentamos em subir esse monte, experimentamos um pouco do sofrimento de Jesus, para meditarmos sobre as dores do Calvário. É muito bom ver tanta gente de fé e alegre na casa da nossa mãe Maria, celebrou Frei Cezar Canesso, da Ordem dos Agostinianos Descalços, no bairro de Ramos.

No alto do monte, diante da Cruz, Dom Orani reuniu o povo ao redor da imagem de Jesus Ressuscitado, na 15º estação da Via-Sacra, para recordar que é preciso passar pelas dificuldades para alcançar a vitória conquistada por Jesus.

- Cristo ressuscitou! Está vivo! A morte não tem a última palavra em nossas vidas, motivou.

*Fotos: Carlos Moioli e Gustavo de Oliveira
*Fonte: Portal da Arquidiocese do Rio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escreva no quadro ABAIXO seu comentário sobre esta postagem!

Translate