domingo, 1 de maio de 2011

Beatificação do Papa João Paulo II reúne 1 milhão de pessoas


Milhares de fiéis que assistiram à cerimônia de beatificação de João Paulo II continuam a venerar os restos mortais do papa antecessor de Bento XVI, no Vaticano. Pelo menos um milhão de pessoas participou da cerimônia nesta manhã de domingo (1º).
O Papa Bento XVI se ajoelha diante do caixão de João Paulo II, na basílica de São Pedro (Foto: Max Rossi / Reuters)
O caixão está exposto na Basílica de São Pedro, perante o altar da Confissão. Sobre ele foi colocada uma cópia do Evangelho de Lorsch, aberto e apoiado em um coxim tecido com decoração de ouro, além de uma coroa de flores com as cores oficiais da bandeira vaticana, amarela e branca.
A Guarda Suíça cerca o caixão de Karol Wojtyla, que foi proclamado beato em cerimônia solene neste domingo pelo papa Bento XVI, provocando uma profunda emoção em mais de um milhão de fiéis que assistiram ao ato.
Bento XVI rezou em silêncio ante o caixão do antecessor, com o qual colaborou por 23 anos como prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé.
Os fiéis começaram a visitar o caixão às 13h16 locais (8h16 de Brasília) e está previsto que possam fazê-lo até amanhã, às 19h pelo horário do Vaticano, quando serão fechados os portões da Basílica.
O féretro foi retirado na sexta-feira do túmulo que ocupava na cripta da Basílica de São Pedro e será colocado nos próximos dias em uma capela do templo. Até agora, os restos de Wojtyla descansavam a poucos passos do sepulcro de São Pedro.
Após o papa e os cardeais venerarem os restos de João Paulo II, foi a vez das delegações oficiais dos países presentes, e em seguida a de pessoas portadoras de deficiência e o restante do público.
As portas da basílica permanecerão abertas até o "último peregrino", segundo a Santa Sé.
Assim que forem concluídas as celebrações pela beatificação, o caixão será levado à capela de São Sebastião, com melhor capacidade para receber um volume ainda maior de fiéis no futuro.
A placa de mármore que cobria o túmulo nas grutas vaticanas será enviada para a Cracóvia, para ser utilizada na construção de uma nova igreja, que será erguida em nome do Papa polonês.lara de João Paulo II, que não foi aberto, tinha uma Bíblia aberta em cima.
*FONTE: Globo.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escreva no quadro ABAIXO seu comentário sobre esta postagem!

Translate