terça-feira, 31 de maio de 2011

Padre Eduardo abre o 1º Dia da Trezena de Santo Antônio

Na noite dessa terça-feira, Padre Edurado, o Pároco, abriu a Trezena em preparação aos festejos de Santo Antônio as 18 horas.

Tema: Fazei tudo o que ele vos disser!
Bênção e Distribuição dos Pães de Santo Antônio.
*FOTOS: Cássia Rodrigues

203ª Trezena de Santo Antônio - de 31/05 à 12/06 as 18h.
Dia de Santo Antônio dia 13/06 - Alvorada as 6h e Missas Solenes as: 6:15, 08:00, 9:30, 11:00, 12:30, 14:00, 15:30, 17:00, 18:30 e 20:00.
Procissão de Santo Antônio dia 19/06 - Saída as 16:30 da Paróquia e percorrendo as ruas do Centro seguida de Missa Solene as 18:00.

Programação da Festa de Santo Antônio dos Pobres

A Paróquia de Santo Antônio dos Pobres situada na Rua dos Inválidos, nº 42, próximo ao Campo de Santana no Centro do Rio, convida todos para as festividades do padroeiro a serem realizadas do dia 31 de maio à 19 de junho de 2011 com a seguinte programação:

31/05 à 12/06 – 203ª Trezena do Glorioso Santo Antônio dos Pobres às 18:00.

13/06 – Dia e Festa de Santo Antônio dos Pobres
Alvorada às 06:00
Missas Solenes: 06:15, 08:00, 09:30, 11:00, 12:30, 14:00, 15:30, 17:00, 18:30 e 20:00.
Durante todo dia haverá distribuição dos pães de Santo Antônio e barraquinhas na rua.

19/06 – Procissão Solene de Santo Antônio dos Pobres pelas ruas do Centro do Rio às 16:30 saindo da Igreja Matriz de Santo Antônio.
Missa Solene de Encerramento dos festejos às 18:00.

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Coroação fecha mês Mariano na Matriz de Santo Antônio

Padre Eduardo celebrou Missa Solene na Paróquia de Santo Antônio na noite do último domingo, dia 29 as 18 horas. Crianças da catequese e da comunidade se vestiram de Anjos (meninas) e de Santo Antônio (meninos) para coroarem a imagem de Nossa Senhora na porta da Igreja.
*FOTOS: Cássia Rodrigues

domingo, 29 de maio de 2011

Coroação encerra o mês de Maria na Capela

No sábado, dia 28 de maio, crianças e jovens de nossa comunidade realizaram a coroação na imagem de Nossa Senhora na Missa Solene realizada pelo Padre Eduardo Braga as 17:00.

*Fotos: Izabel

sábado, 28 de maio de 2011

Web TV Redentor inaugura site

Para expandir o número de pessoas a que a evangelização chega, a Web TV Redentor estreou seu site próprio no último dia 16 de maio. Pelowww.redentor.tv.br , os conectados à internet — que antes acompanhavam as informações pelo Portal da Arquidiocese do Rio de Janeiro (www.arquidiocese.org.br ) — agora também podem assistir e participar dos principais eventos e celebrações que acontecem na Igreja local pela rede mundial.

O novo canal de vídeos, que já conta com reportagens e celebrações ao vivo, promete programas inéditos. O jornal “Redentor Informa”, a ser lançado durante a Jornada Mundial da Juventude (JMJ), de Madri, em agosto, está entre os principais projetos da Web TV da Arquidiocese. De acordo com o diretor e coordenador dos trabalhos, Padre José Brito Terceiro, focar assuntos e públicos direcionados é uma meta importante para que o webespectador possa, pouco a pouco, ter uma visão mais ampla da Igreja no Rio.

— Nós temos várias ideias, como, por exemplo, sobre vocações: “Vocação é um dom”, e outra com os vicariatos: o “Vicariato.com”, contou Padre Brito.

O veículo, que durante as festividades de São Sebastião, em janeiro deste ano, alcançou mais de 12 mil acessos, vêm atraindo cada vez mais a atenção do público e tem ganho espaço também entre as mídias sociais, no Twitter (@webtvredentor), Facebook, Orkut (webtvredentor@gmail.com ) e MSN (webtvredentor@hotmail.com ). Para o produtor da Web TV Redentor, Nestor Rangel, a existência de mais esse canal de comunicação só faz sentido quando se pensa na evangelização.

— A Igreja precisa buscar evangelizar por todos os lados, com todos as armas. Por isso, a Web TV tem como seu principal objetivo divulgar, por meio dos seus vídeos, a presença de Jesus, o Redentor, em todas as redes sociais. Além disso, cumpre também o importante papel de permitir à Igreja no Rio de Janeiro um acervo de vídeos com o registro dos seus importantes acontecimentos religiosos, disse Nestor.

Para o Arcebispo do Rio, Dom Orani João Tempesta, a missão da Web TV Redentor, que nasceu em setembro de 2010, é importante e deve contar com o apoio de todas as comunidades.

— A Web TV Redentor é uma bela iniciativa da nossa Arquidiocese, que, através de imagens e som, cada vez mais vai assumindo uma grande missão de fazer com que a Igreja no Rio de Janeiro possa chegar a todo o mundo através da internet. (...) É uma grande riqueza para nós podermos dispor desse meio de comunicação a mais e que, aos poucos, vai crescendo. Creio que precisamos contar também com a participação de muitos, como as paróquias que já têm transmissões, para que estejamos unidos para encontrar os melhores meios para evangelizarmos, levando o nosso povo a conhecer a Cristo, desejou o Arcebispo.



*FONTE: Blog do Vicariato Urbano

sexta-feira, 27 de maio de 2011

SEMANA EUCARÍSTICA 2011

SEMANA EUCARÍSTICA 2011
16 A 23 DE JUNHO - IGREJA DE SANT’ANA – CENTRO

“SOU EU! NÃO TENHAIS MEDO!” ( Jo 6,20)

Quinta-feira – 16/06
10:00 – ABERTURA DA SEMANA EUCARÍSTICA
HORA SANTA com as escolas Católicas e as escolas públicas
20:00 – HORA SANTA da família : Aliança de Casais com Cristo, Encontro de Casais com Cristo,
Encontro do Diálogo, Equipes de Nossa Senhora, Movimento Defesa da vida e demais pastorais ligados
à Família. .

Sexta-feira – 17/06
10:00 - HORA SANTA com os militares
15:00 – HORA SANTA com o Apostolado da Oração
20:00 - HORA SANTA com a Renovação Carismática Católica

Sábado – 18/06
10:00 – HORA SANTA da Iniciação Cristã: Crianças e Adolescentes: Catequese Especial, Catequese
Eucarística, Coroinhas, Cruzada Eucarística, Infância Missionária, Movimento eucarístico Jovem,
Prseverânça, Crianças da catequese paroquial e crianças em geral.
15:00 – HORA SANTA da Juventude
20:00 – Assembléia Geral da Adoração Noturna
21:00 – HORA SANTA da Adoração Noturna

Domingo – 19/06
11:30 – HORA SANTA com os movimentos relativos à deficiência: Fraternidade Cristã de Deficientes,
Movimento dos deficientes Físicos, Movimento Fé e Luz, Pastoral dos surdos.
14:00 – HORA SANTA com os ministérios e serviços ligados à Liturgia: Acólitos, Liturgia, Ministério
da Consolação e Esperança, Ministério do Acolhimento, Ministério Extraordinário da Comunhão
Eucarística, Ministério da visitação, Música
16:00 – HORA SANTA da Guarda de Honra do Santíssimo Sacramento.

Segunda-Feira – 20/06
15:00 – HORA SANTA com os movimentos Marianos: Federação das Congregações Marianas, Legião
de Maria, Movimento Apostólico de Schoenstatt, Pia União das Filhas de Maria, Rosário em Família.
20:00 – HORA SANTA do Clero e Seminaristas, Clubes Vocacionais, OVS, Pastoral Vocacional e
Serra Clube.

Terça-feira – 21/06
17:00 – HORA SANTA dos Religiosos e dos Institutos de Vida Consagrada.
20:00 – HORA SANTA com os Movimentos Leigos: Cursilhos da Cristandade, Focolares, Irmandades,
Ordens Terceiras e Confrarias, Movimento Comunhão e Libertação, Neo-Catecumenato, Oficina de
Oração e Vida, Sociedade São Vicente de Paulo, Representantes das paróquias e Amigos da Rádio
Catedral, Grupo TV e Rádio Canção Nova.

Quarta-feira – 22/06
10:00 – HORA SANTA com o Vicariato Episcopal para a Comunicação Social: Artista, Rádio Catedral,
Jornal “O Testemunho de Fé” e outros.
15:00 – HORA SANTA dos Círculos Bíblicos e Grupos de Reflexão.
20:00 – HORA SANTA do Vicariato para a Caridade Social: Ação Católica Operária, Banco da
Providência, Círculos Operários, Juristas Católicos, Juventude Operária Católica, Liga Católica
Jesus, Maria e José, M.F.C., Médicos Católicos, Pastoral da Criança, Pastoral da Saúde, Pastoral da
Sobriedade, Pastoral da Terceira Idade, Pastoral das Domésticas, Pastoral das Favelas, Pastoral do
Menor, Pastoral do Trabalhador, Pastoral Penal, Renovação Cristã, Toca de Assis.

Quinta-feira – 23/06 – SOLENIDADE DE CORPUS CHRISTI
10:00 – SOLENE CONCELEBRAÇÃO EUCARÍSTICA presidida pelo Eminentíssimo Senhor DOM
ORANI JOÃO TEMPESTA, O. CIST. Arcebispo da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro.
16:00 – PROCISSÃO DE CORPUS CHRISTI – Da Igreja da Candelária para a Catedral de São
Sebastião

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Convite: Peregrinação da imagem do Divino Pai Eterno no Rio

A Imagem Peregrina do Divino Pai Eterno estará no dia 12 de junho no Rio de Janeiro para um grande encontro de fé e devoção, que acontece a partir das 17h30, nos Arcos da Lapa, bem próximo à Capela do Menino Deus, com celebração presidida pelo Pandre Robson de Oliveira, reitor do Santuário Basílica do Divino Pai Eterno, localizado em Trindade, Goiás.

É a primeira vez que a Imagem Peregrina vai ao Estado do Rio de Janeiro. O encontro será promovido pela Arquidiocese do Rio de Janeiro e contará com a presença do Arcebispo Orani João Tempesta, que promete uma bonita festa, motivada pela fé dos milhares de devotos do Divino Pai Eterno.  

O Pe. Marcos William, responsável pelo Vicariato da Comunicação da Arquidiocese do Rio de Janeiro, destaca que a devoção ao Divino Pai Eterno tem conquistado o coração dos cariocas e que a visita da Imagem Peregrina será um momento de bênçãos.

“No caso especifico do Rio de Janeiro, vejo como louvável este evento, para que os cariocas possam se encontrar e juntos manifestarem a devoção ao Divino Pai Eterno,” afirma o religioso. Ele ressalta que a presença da Imagem Peregrina será um evento que irá contribuir para que pessoas afastadas da Igreja a vejam com outros olhos, como uma Igreja que deseja ir ao encontro do homem.

“Acredito que com a visita da Imagem Peregrina do Divino Pai Eterno, a comunidade católica e carioca sairá ganhando em bênçãos e terá a oportunidade de renovar o seu compromisso de vida com o Pai de Jesus,” considera o Pe. Marcos William.

*FONTE: Site do Santuário do Divino Pai Eterno

segunda-feira, 23 de maio de 2011

Irmã Dulce é beatificada diante de 70 mil pessoas

Cerca de 70 mil pessoas assistiram à beatificação da freira baiana, Irmã Dulce, no último domingo, 22 de maio. Presidida pelo Arcebispo Emérito de Salvador, Cardeal Dom Geraldo Majella Agnelo, a cerimônia no Parque de Exposições da Bahia começou por volta das 17 horas, com o hino da religiosa entoado por um coral de mais de 200 vozes.

A Santa Missa teve início com a leitura do pedido de beatificação, feita pelo Arcebispo da capital baiana, Dom Murilo Krieger. Em seguida, o Bispo da Diocese de Irecê (BA), Dom Tommaso Cascianelli, leu a biografia da Bem-Aventurada e, Dom Geraldo, a Carta Apostólica (carta na qual o Papa autoriza a beatificação), primeiro em latim e depois em português.

No documento, o Papa Bento XVI afirmou : “tendo consultado a Congregação das Causas dos Santos, por nossa autoridade apostólica, damos a faculdade para que a Venerável Serva de Deus Dulce Lopes Pontes seja chamada de hoje em diante com o nome de Bem-Aventurada, com sua festa fixada no dia 13 de agosto”.

Após a leitura, a foto de Irmã Dulce foi descerrada, levando a multidão à muita emoção e euforia. Agora, a freira passa a ser chamada de “Bem-Aventurada Dulce dos Pobres”.

Na homília, Dom Geraldo enfatizou que viver a santidade não é privilégio para algumas pessoas, mas é dever de todo cristão batizado.

- Eu não disse alguns, disse todos os cristãos. Estamos celebrando a santidade que o Senhor deseja ver reproduzida em cada um de Seus filhos. Todos os fiéis devem ser santos em sua conduta moral, devem agir em conformidade com que o são: filhos de Deus, ressaltou.

O prelado também desejou que a beatificação de Irmã Dulce seja um momento de reflexão para que, entregando-se e confiando no Senhor, os cristãos possam viver o amor e a caridade.

Grata por milagre

Durante a celebração, a funcionária pública Cláudia Cristiane Araújo se emocionou ao falar da graça que recebeu da agora beata, aceita como milagre pelo Vaticano. Ela se recuperou de uma hemorragia pós-parto que durou 26 horas.

— Estou muito agradecida. Confio em Deus e não sabia da história de Irmã Dulce, mas o milagre é incrível. Por tudo o que passei, não era para estar aqui hoje. Basta crer, que tudo é possível. Acredito totalmente no milagre, disse.

Entre as autoridades religiosas presentes, estava o Núncio Apostólico do Brasil, Dom Lorenzo Baldisseri, o Arcebispo de São Paulo, Dom Odilo Scherer e os postuladores da causa de beatificação e canonização, Frei Paolo Lombardo e Paolo Vilotta. A cerimônia contou ainda com mais de 500 religiosos, entre padres, Arcebispos, bispos, diáconos e seminaristas.

A presidente Dilma Rousseff também participou da cerimônia, assim como o senador José Sarney, devoto da freira, o ex-governador de São Paulo, José Serra, o governador da Bahia, Jaques Wagner, e o de Sergipe, Marcelo Déda.

Bento XVI recorda Irmã Dulce

Após a oração do Regina Coeli, do domingo, o Papa Bento XVI dirigiu uma saudação aos fiéis de língua portuguesa e recordou a beatificação da Irmã Dulce Lopes Pontes.

- Ao saudar os peregrinos de língua portuguesa, desejo também unir-me à alegria dos pastores e fiéis reunidos em São Salvador da Bahia para a beatificação da Irmã Dulce Lopes Pontes, que deixou atrás de si um prodigioso rastro de caridade ao serviço dos últimos, levando o Brasil inteiro a ver nela 'a mãe dos desamparados', destacou.

Confira a oração para pedir graças por intercessão da nova beata:

Senhor nosso Deus
Recordando a vossa Serva Dulce Lopes Pontes,
Ardente de amor por vós e pelos irmãos,
Nós vos agradecemos pelo seu serviço a favor
Dos pobres e excluídos.
Renovai-nos na fé e na caridade,
E concedei-nos a seu exemplo vivermos em comunhão
Com simplicidade e humildade,
Guiados pela douçura do Espírito de Cristo
Bendito nos séculos dos séculos. Amém!

*Fontes: Portal da Arquidiocese do Rio e Nordeste Informa

domingo, 22 de maio de 2011

Passagens disponíveis para Romaria à Aparecida

Como todo ano, a Arquidiocese do Rio de Janeiro organiza a Romaria ao Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida em São Paulo. Este ano nossa Paróquia de Santo Antônio irá junto com a Capela do Menino Deus no dia 26 de agosto.

As passagens já estão a venda tanto na Paróquia quanto na Capela e custa R$ 60,00 e pode ser parcelada em até 3 vezes.
Se você tiver interessado procure a Capela ou nossa Paróquia e garanta a sua passagem! Vamos juntos rumo à Aparecida!

sábado, 21 de maio de 2011

Papa deverá visitar o Brasil em 2012

Fontes da Revista Veja afirmam que o Conselho Nacional dos Bispos do Brasil (CNNB) apontam uma possível visita do Papa Bento XVI ao Brasil em 2012 e que isso deverá ser confirmado até agosto desse ano.

*Fonte: http://veja.abril.com.br/blog/radar-on-line/economia/o-papa-vem-ai/

Depoimento de Padre Pio, nosso antigo Capelão

Padre Pio foi Capelão da Capela do Menino Deus de 1996 a 2002. Ele escreveu-nos um depoimento e pediu que passasse para toda a comunidade. Tal mensagem ele deu o título de: "Os bons dias com o Menino Deus!"
Padre Pio celebrando Primeira Eucaristia em 2000
Um ano e meio após chegar ao Rio de Janeiro, não sabendo ainda como me deslocar para alguns pontos da Cidade maravilhosa, só conseguia saber os pontos do ônibus da linha 410. Esse ônibus passava pela Rua Riachuelo e tinha um ponto depois de uma capela cor de rosa e outro próximo à um bar da Lapa. Eu errava sempre o tal ponto depois da tal capela, pois nunca conseguia descobrir essa Capela cor de rosa, e só descia do ônibus no ponto lá na Lapa bem depois da Capela. Por varias vezes tentei descobrir exatamente onde ficava essa Capela.

Morava nessa época no Rio Comprido, na casa do Padre. Nessa casa residiam também vários outros padres, alguns do clero do Rio como Pe. Marino, Pe. Olinto e outros que já estavam na Arquidiocese do Rio a muito tempo como o Pe. Linhares e Pe. Arnaldo. Tinha os que chegavam para passar um tempo no Rio, para Trabalho ou curso.
                       
Eu estava no grupo que tinha ido a trabalho e junto comigo Pe. João Ednalvo, Capelão da Marinha e Pe. Carlos Zorzi também capelão na época.
Pe. João e  Pe. Carlos após o trabalho na Marinha atendiam aos fiéis de uma tal capela do Menino Deus. Por alguns meses sei que eles ajudavam no atendimento aos fiéis da Capela.

Certo dia, Pe. Carlos perguntou-me se eu não queria substituí-los no atendimento à Capela, pois ele e o Pe. João teriam que se afastar, pois a Marinha precisava deles em outro lugar.

Relutei muito, pois não conhecia a Capela, as pessoas que lá trabalhavam e que tipo de público  frequentavam ela. Relutei, mas arrisquei. Arrisquei e não me arrependi. Iniciei as atividades na Capela em 1996 e fiquei até 2002.

Cheguei e encontrei uma senhora com um aspecto de mandona e autoritária que estava junto com uma outra senhora que tinha um aspecto mais alegre. Era a Marieta e a Assunta. Essa tal Marieta era muito séria e eu a achava que ela fosse mandona e com o humor sempre em baixa. A outra era sempre mais alegre.

Algum tempo se passou e a Assunta foi trabalhar na Igreja de Nossa Senhora Carmo na Lapa e a Marieta ficou responsável por todo o trabalho da Capela. Desse momento em diante era ela quem procurava padres para celebrações, as pessoas para animação e cânticos, e a Assunta ficou somente com a catequese auxiliada por duas jovens e outras duas adolescentes. Foi aí que pude conhecer melhor a Marieta, e descobrir que ela não tinha nada de mandona e pelo contrário, muitas vezes tinha que fazer “das tripas o coração” para conseguir alguém para celebrar, e também sem ter ninguém para substituí-la se quer um dia para descanso. A Assunta passou a ficar alguns domingos para que ela tivesse pelo menos um dia de folga. Ela estava ali todos os dias nos horários de funcionamento da Capela, sempre atenta a tudo e a todos, conhecendo os lugares de cada um se sentava, que dia do mês alguém pedia uma celebração e em intenção de quem. Chegava a saber a lista de falecidos de algumas pessoas sem que a pessoa precisasse listar para ela.

Algum tempo mais tarde lembro-me de um pai que ia a Missa aos sábados ou domingo com a esposa, a filha e o filho. O menino sempre tinha vergonha, ficava no fundo da Igreja encostado na parede do lado direito de que olha da sacristia. Depois de muito insistir, ele passou a ajudar nas celebrações, mas só quando a mãe dele estava presente. O interessante é que esse garoto não faltava nenhum dia na Missa.  Depois que passou a ajudar nas celebrações, vinha só e voltava comigo até o ponto do ônibus 410 na Av. Mem de Sá. Nos tornamos bons amigos e ele era um ótimo coroinha. Sim, era o Ariel que na época estudava no Ensino Fundamental e hoje já acabando a Graduação ainda nos mantemos em contato.

Saí do Rio em 2002 por necessidade do meu serviço militar na Aeronáutica e fui para Belém do Pará. Voltei ao Rio algumas vezes a passeio e me alegrei com as lindas mudanças que foram feitas na Capela como as pinturas, reforma do piso, sacristia, câmeras de segurança e tantas outras mudanças.

Os meus bons momentos durante todo o tempo que estava presidindo as celebrações na Capela, agradeço a minha amiga Marieta e ao Ariel, que nunca me faltaram com a paciência, respeito, compreensão e amizade. Aos que animaram as celebrações, como o Gláuber e a Conceição sinto uma grande saudade. E a toda a comunidade que participava das celebrações reforço a minha lembrança. Deus os abençoe!
                      
Ao Menino Deus peço proteção e paz para mim, para os presidentes que passaram pelo Conselho Nacional da Sociedade São Vicente de Paulo, durante minha estada na Capela e aos que os sucederam, aos funcionários vicentinos, ao Pe. Abdias que era o pároco responsável pela Capela do Menino Deus que era da Paróquia de Santo Antônio dos Pobres, e a todos que durante os meus anos junto ao Menino Deus, lá se fizeram presente ou me ajudaram a levar a palavra de Deus.
                       
Hoje, diferente dos meus anos iniciais no Rio de Janeiro, já não consigo passar pela Rua Riachuelo e não olhar para a Capela, e me lembrar com saudade daqueles bons dias que passei com o Menino Deus.
                       
  
PADRE GERALDO PIO

                                                                     
São José dos Campos-SP, 18 de maio de 2011. 

sexta-feira, 20 de maio de 2011

O Cristo Redentor está amarelo!

Do dia 19 a 26 de maio é realizada a Semana de Conscientização da Hepatite. A ideia é que, através de ações no país inteiro, a população seja informada sobre o que é a doença e a necessidade de que todos façam o teste para saber se estão infectados. Como símbolo do Brasil e da preservação da vida, o Cristo Redentor recebeu, na noite da última quinta-feira, 19 de maio, uma iluminação especial, nas cores da campanha, para apoiar a causa.

Com a nova iluminação em LED, feita para a comemoração dos 80 anos do monumento, foi possível colocar duas cores de uma única vez. O vermelho e o amarelo, cores da campanha, alternavam no corpo e face do Cristo, ressaltando ainda mais a sua beleza. Quem não viu, terá a chance de assistir o movimento das luzes na noite desta sexta-feira, a partir das 18 horas, quando o Cristo receberá novamente a iluminação especial em prol da causa.

Emocionado com o apoio da Arquidiocese do Rio de Janeiro e com a beleza do Santuário Cristo Redentor, o Presidente da Associação Brasileira dos Portadores de Hepatite, Humberto Silva, disse que a iluminação do Cristo no primeiro dia da Campanha é um privilégio, pois, sendo símbolo do Brasil, o Monumento iluminado mostra que todo o país está chamando atenção para a causa.

Portador da doença há 40 anos, Humberto explicou que as hepatites B e C atacam o fígado quase sempre sem sintomas e, silenciosamente, desenvolvem graves formas evolutivas. Após 20 anos de infecção é comum surgirem comprometimentos das funções hepáticas, tais como a cirrose e o câncer de fígado.

Antes da troca de luzes, o Reitor do Santuário Cristo Redentor, Padre Omar Raposo, rezou um Pai Nosso com os presentes aos pés do Monumento e realizou uma benção, estendendo a todos os brasileiros. Em oração, ele pediu que a causa seja difundida por todo o país e que as pessoas se conscientizem sobre a necessidade de fazer o teste para detectarem ou não a existência da doença.
Algumas pessoas ligadas à Associação Brasileira dos Portadores de Hepatite estiveram presentes à cerimônia. O Médico Flair Carrilho, do Hospital das Clínicas de São Paulo, destacou dados da Organização Mundial da Saúde que estimam que até seis milhões de brasileiros não sabem que estão doentes, infectados com as hepatites B e C. Ele alertou para o fato de que quanto mais cedo for detectada a hepatite, maiores são as chances de impedir a progressão ou curar a doença.

O Doutor Carrilho destacou que por os atingidos pela enfermidade não apresentarem sintomas, o ideal seria que todas as pessoas fizessem o teste de detecção das hepatites na próxima consulta médica.

— É um teste barato, feito através de uma simples coleta de sangue. Basta procurar um posto de saúde e solicitar o teste de detecção das hepatites B e C. No caso de possuir plano de saúde, utilize-o, pois todos dão cobertura para a realização do teste, esclareceu.

* Fotos: Leanna Scal - Portal da Arquidiocese do Rio

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Tapetes de sal será novidade na procissão de Corpus Christi 2011

Como tradição na Arquidiocese do Rio durante a Procissão com Senhor Eucarístico pelas ruas do Centro da Cidade, uma das mais ricas manifestações artísticas populares da Igreja Católica são os tapetes preparados pelos fiéis. Neste ano, já estão abertas as inscrições para quem quiser confeccioná-los.

Todas as Paróquias, Capelas, Movimentos, Comunidades, Institutos, Colégios e Congregações Religiosas da Arquidiocese são chamados a participar deste gesto de unidade e amor à Eucaristia. Em especial, foi feito um convite para que o Setor Juventude participe.

No sábado, 28 de maio, haverá um encontro entre os responsáveis por cada tapete, na Igreja de Sant´Ana, no Centro. Na ocasião deve ser levado o protótipo do tapete elaborado em papel A4. O tema é eucarístico, mas pode conter também a identificação de quem o fez.

As inscrições devem ser feitas através do Vicariato para a Comunicação Social, pelo telefone 2292-3132 R: 322. Participe!

Saiba mais sobre essa tradição

Tapetes de Corpus Christi são uma tradição na Festa instituída pela Igreja para exaltar o amor ao Corpo de Cristo. A história da origem dos inicialmente chamados de Tapetes Florais, já que o adorno era principalmente feito de flores, surgiu da experiência mística de Santa Juliana de Mont Cornillon, na Bélgica.

A então freira Juliana, a quem Jesus havia revelado a necessidade de que as pessoas reconhecessem sua presença real na Eucaristia, fez um pedido para o Bispo de Liége, Dom Roberto de Thorete, para que fosse instituída a Festa de Corpus Christi na diocese. Concedida a autorização, em 1246, a freira passou a ornar as ruas por onde a procissão conduzindo o Santíssimo Sacramento passaria, a partir de 1247. Essa tradição se espalhou por toda a Europa.

A Festa chegou ao Brasil por meio dos colonizadores. A primeira cidade brasileira a preparar tapetes foi Ouro Preto, que passou a usar também serragem. Neste país, a diversidade de materiais é imensa, o que favoreceu à criatividade: sal, borra de café, areia, tampas de garrafas e tudo o que ajude a enfeitar, como forma de homenagem ao Senhor, passou a ser utilizado na confecção dos tapetes.

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Brasil terá mais uma Beata: Irmã Dulce

A Igreja Católica divulgou na última sexta-feira, dia 13 de maio, em Salvador, os detalhes do primeiro milagre atribuído à Irmã Dulce (1914-1992). Segundo os registros, o milagre foi a sobrevivência da sergipana Cláudia Cristiane dos Santos, que foi desenganada pelos médicos, após sofrer uma hemorragia incontrolável no pós-parto, em 11 de janeiro de 2001.

"- Você precisa de um milagre para sobreviver e poder cuidar de seus filhos. Você acredita que Irmã Dulce possa interceder diante de Deus?
- Acredito sim.
- Eu também. Vamos rezar."

Esse foi o diálogo entre os dois dos principais personagens que compõem o cenário da beatificação de Irmã Dulce: o Padre José Almí de Menezes e Cláudia, uma funcionária pública municipal da pequena cidade de Malhador, interior de Sergipe.

Durante 28 horas a equipe comandada pelo obstetra Antônio Cardoso Moura esgotou todos os recursos disponíveis na maternidade. Mesmo após três cirurgias, o sangramento da paciente não cessava. Os médicos resolveram, então, fechar o abdômen de Cláudia e conversaram com a família, pois não havia mais nada o que fazer. Contudo, sem nenhuma outra intervenção médica, a hemorragia subitamente parou e a paciente se recuperou.

Menezes e Augustinha, testemunhas do caso, estiveram na sede das Obras Sociais Irmã Dulce (Osid), na capital baiana, para contar os detalhes do milagre. Desde que o caso começou a ser estudado, em 2003, a identidade de Claudia era mantida sob sigilo, por orientação do Vaticano. Segundo a direção das Obras Sociais Irmã Dulce (Osid), mais de dez médicos brasileiros e três italianos estudaram o caso e não encontraram explicação para a cura de Claudia.

Analisado por peritos médicos, religiosos e especialistas em processo canônico, o episódio tem validação jurídica emitida pela Santa Sé em junho de 2003, e é reconhecido como o primeiro milagre de Maria Rita de Souza Brito Lopes Pontes, a Irmã Dulce, pelo Papa Bento XVI, em dezembro de 2010.

Uma graça só é considerada milagre após atender a quatro pontos básicos: a instantaneidade, que assegura que a graça foi alcançada logo após o apelo; a perfeição, que garante o atendimento completo do pedido; a durabilidade e permanência do benefício e seu caráter preternatural (não explicado pela ciência).

“O milagre apresentado no processo foi examinado meticulosamente por especialistas do Brasil e de Roma. Um reconhecimento que vem mais uma vez confirmar a vida de virtudes de Irmã Dulce – trajetória essa baseada na total dedicação aos pobres e doentes”, afirmou o Arcebispo Emérito de Salvador, Cardeal Dom Geraldo Majella.

O Arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger, conta com a presença de 70 mil fiéis e devotos para a beatificação de Irmã Dulce, no próximo dia 22 de maio, no Parque de Exposições da capital baiana, onde será feita a cerimônia.

Por delegação do Papa Bento XVI, a beatificação será presidida pelo Cardeal Dom Geraldo Majella Agnelo, Arcebispo Emérito, que deixou o governo da Arquidiocese de Salvador em março. Foi ele quem levou a causa de beatificação adiante, após iniciativa de seu predecessor, Cardeal Dom Lucas Moreira Neves, em 1997, cinco anos após a morte da freira.

terça-feira, 17 de maio de 2011

Igreja de Santo Inácio (Especial)

Conheça assistindo o vídeo abaixo, um pouco da história da Igreja de Santo Inácio dos padres jesuítas, que desapareceu com a derrubada do Morro do Castelo no Centro do Rio.

segunda-feira, 16 de maio de 2011

+ Nota de Falecimento

Socorro em sua última viajem em abril de 2011
Informamos que Maria do Socorro Canas veio a falecer no último domingo, dia 15 de maio. Socorrinho como era carinhosamente chamada, frequentava nossa capelinha há muitos anos. Mulher simples, sempre impressionou a todos com sua fé inabalável. Socorro deixará saudades em toda nossa comunidade. O sepultamento foi nessa segunda-feira no cemitério do Catumbi pela tarde. Essa é uma justa homenagem de toda comunidade do Menino Deus que transmite a mensagem deixada por ela própria em sua página pessoal do orkut: "Você é a luz do Mundo e o Sal da Terra!"

Obrigado por tudo Maria do Socorro! Vá com Deus!

Festa de Santa Rita

A Paróquia de Santa Rita de Cássia convida todos para a festa de Santa Rita com a seguinte programação:

21 de maio (sábado)
16h - Solene procissão de Santa Rita

Dia 22 de maio - Dia de Santa Rita (domingo)
Missas Solenes: 6h, 7h – Pelos desempregados, 8h – Pelos aniversariantes, 9h, 10h – Pelos enfermos, 11h – Ação de Graças, 12h – Cura e Libertação, 14h – Pelos comerciantes, 15h – Pelos falecidos, 16h – Paz, 17h – Pelos endividados, 18h – Pelas famílias

*A última Missa se encerrará com o Te Deun e benção das Rosas.

Dia 23 de maio (segunda)
Missas com intenções individuais e comunitárias de hora em hora das 7h às 18h.

Dias 26 e 27 de maio
Show de Som, Luz e Movimento na fachada da Matriz em comemoração aos 260 anos da Paróquia.

A Matriz de Santa Rita fica no Largo de Santa Rita entre as Ruas Marechal Floriano e Visconde de Inhaúma, s/nº, Centro. Mais informações pelo telefone: 2233-2731 ou pelo site www.matrizdesantarita.org.br .

domingo, 15 de maio de 2011

Missa de 45 anos de Matrimônio

Nesse sábado, dia 14 de maio, foi celebrada Missa em Ação de Graças na Capela do Menino Deus, pelos 45 anos de casamento de Edmila e Péricles, duas pessoas marcantes de nossa comunidade já a muitos anos. Aqui vai nossa homenagem.

sexta-feira, 13 de maio de 2011

Procissão de Nossa Senhora de Fátima

Na última sexta-feira, 13 de maio, o Santuário e Paróquia de Nossa Senhora de Fátima situado na Rua do Riachuelo, no Centro do Rio, esteve em festa para lembrar os 94 anos da primeira aparição de Nossa Senhora de Fátima em Portugal.

O Pároco Padre Paulo César abriu os festejos com Missa as 06 horas da manhã. Dom Édson de Castro Homem, Bispo Auxiliar do Rio de Janeiro, celebrou a Missa Solene das Aparições às 12 horas. Durante todo o dia, ocorreram Missas com Bênção das crianças e dos enfermos. Na calçada da Igreja, as barraquinhas com comidas e artigos religiosos marcaram presença desde a manhã até a noite.

Às 20 horas, cerca de dez mil pessoas saíram em procissão pelas ruas do Centro. A primeira parada foi em frente ao hospital Espanhol onde os enfermos que ali estão foram lembrados através das orações. Em seguida, os fiéis subiram o Bairro de Fátima e passaram pela pequena Capela também dedicada à Virgem de Fátima de onde foi recebida com queima de fogos. Na Praça Cruz Vermelha, a chuva não atrapalhou, e  a multidão rezou pelos que estão fazendo tratamento no Hospital do Câncer enquanto muitos ficaram pela janela dos quartos fazendo as suas preces. Mais adiante, as Irmãs Paula estavam aguardando a procissão na porta da Capela do Sagrado Coração de Jesus com uma pequena imagem de Nossa Senhora. Em seguida, a procissão continuou sua caminhada de volta para o Santuário, onde passou pela Ladeira Frei Otaviano que estava com sua escadaria toda iluminada com velas.

Na chegada à Igreja, a imagem de Nossa Senhora de Fátima entrou com toda a comunidade cantando e acenando com as mãos. Muitas pessoas ficaram emocionadas. Em seguida, crianças coroaram a imagem da Virgem Maria. Por fim, Padre Paulo agradeceu a presença de todos nas festividades à Nossa Senhora de Fátima e os fiéis em seguida fizeram suas últimas orações aos pés da imagem de Nossa Senhora.
Homens carregam a imagem de Nossa Senhora de Fátima
A procissão começa na frente do Santuário
Rua do Riachuelo
Procissão passando em frente ao Colégio Guatemala
Procissão pára na Capela de Nossa Senhora de Fátima
Multidão acompanha a imagem
Procissão desce o Bairro de Fátima
Pétalas de rosas foram jogadas na Rua André Cavalcanti
Fiéis caminham nas ruas
Procissão passa pela Praça Cruz Vermelha
Padre Paulo acompanha junto aos coroinhas
Irmãs Paula na Capela do Sagrado Coração de Jesus
Fiéis caminham com Nossa Senhora na Av. Mém de Sá
Ladeira Frei Otaviano iluminada com velas acessas
Imagem é conduzida para dentro da Igreja
Crianças realizam a coroação de Nossa Senhora
Padre Paulo agradece a presença de todos
Pessoas lotam o Santuário após a procissão

*Colaboração: Ariel Carvalho e Crislane Peres

Translate