terça-feira, 23 de novembro de 2010

Entrevista com Ariel Carvalho

Ariel é carioca e desde pequeno freqüenta a Capela do Menino Deus e participa freqüentemente das atividades da Capela.
Ariel na frente da Capela
Cris Peres: Conte-nos um pouco sobre a sua história na Capela do Menino Deus.
Ariel Carvalho: Me lembro bem pequeno no colo da minha mãe vindo na Missa do Padre Raimundo. Mas são pequenas lembranças. Eu era de colo na época. Quando comecei a participar ativamente foi lá pelo ano de 1998. Lembro que um dia minha mãe foi marcar uma Missa e precisou ir ao banco e me deixou lá com a grande Marieta. Ela ficou jogando velha comigo para passar o tempo rsrs.

Cris: Ficamos sabendo que você já foi coroinha. É verdade?
Ariel: É. Tudo começou lá pelo ano 2000. Peguei uma grande amizade pelo capelão da época, Padre Geraldo Pio. Conversávamos muito. Ele é militar da Aeronáutica, mas um homem muito simples. Um belo dia fui colocar minha oferta e ele me chamou para ajudá-lo. Eu fiquei nervoso, mas acabou que fiquei como coroinha até a Páscoa de 2008. Não ajudava só na Capela. Servia também esporadicamente a nossa Paróquia de Santo Antônio, São Basílio e São Crispim e Crispiniano.

Cris: Com era sua relação com os Padres quando era coroinha?
Ariel: Sempre foi muito boa e muito respeitosa até hoje. Todos os padres que passaram pela Capela deixaram suas marcas. Depois da saída do Padre Pio vieram os padres José Malenga, George Khoury e por último Sérgio Marcos. Sem contar tantos outros que nos visitam esporadicamente como o Padre Eliziário que era o capelão antes do Padre Pio. Sempre os tratei da mesma forma. Conversamos, trocamos ideias, rimos. Padres são seres humanos normais como um leigo qualquer. Só que tem pessoas que exigem muito de um sacerdote. Se as pessoas entendessem mais a vida de um padre teria uma relação melhor com eles.

Cris: Quais outras atividades você desenvolve na Capela?
Ariel: Já alguns anos sou eu quem troca aquelas pequenas lâmpadas azuis que rodeiam a imagem do Menino Deus. Mas confesso que hoje já tá mais difícil porque eu cresci e o espaço é muito pequeno para se locomover lá em cima rsrs. Também faço parte da Pastoral do Dízimo. Sou eu quem faço os lançamentos e cálculos do dízimo mensalmente desde o final de 2007. Uma vez por mês fico responsável por abrir e fechar a Capela para substituir a Marieta que tem direito a uma folga dominical por mês. E no mais procuro sempre que posso está ajudando a zeladora Marieta em diversos aspectos da Capela.

Cris: O que você notou de mudanças na Capela nesses 12 anos que você se dedica a ajudar nela?
Ariel: Em tão pouco tempo a Capela cresceu! Lembro que quando comecei ir na missa lá, mal tinha microfones, não tinha o ambão até ser doado pela nossa paróquia o que lá está hoje. Não tinha essas lâmpadas aos pés dos santos. O ajoelhador dos bancos não eram estofados. As missas geralmente só tinham instrumentos musicais nos finais de semana e não tinha ar condicionado, entre muitas outras coisas. Nesse tempo, aprendemos e melhoramos muitas coisas. As imagens dos santos foram todas restauradas a alguns anos e sempre está passando por uma manutenção. Agradecemos o empenho constante da zeladora da Capela a mais de 20 anos da Marieta, a Sociedade São Vicente de Paulo que tanto se preocupa com o zelo e preservação da Capela e a todos os frequentadores que ajudam a encher nossas missas.

Cris: Você fez Primeira Comunhão e Crisma aqui?
Ariel: Não. Todos os dois eu me preparei na Santo Antônio. Fiz Primeira Comunhão com o Padre Abdias e Crisma na Catedral com o Dom Eusébio.

Cris: Quais cerimônias você se identifica mais na Capela?
Ariel: Gosto muito do Domingo de Ramos, Páscoa e o Natal é claro. Pena que a muitos anos não temos missa do galo no dia 24/12. É um dos meus desejos mais ardentes. A história da Capela mostra as Missas da noite de Natal na Capela do Menino Deus lotadas.  

Cris: Você pesquisou bem sobre a história de nossa Capela. Qual foi sua motivação?
Ariel: Eu sempre fui apaixonado por história. Apenas juntei o útil ao agradável. O que sabíamos de nossa história era muito pouco. Em 3 meses, consegui juntar bastante material e fazer uma bela história. Descobrimos figuram imporatantes que assistiam missas nessa Capela. Personagens famosos fizeram parte deste pequeno templo. E tudo isso está disponível para todos no nosso blog. É só clicar no link História da Capela do Menino Deus e mergulhar na história.  

Cris: E a criação do Blog da Capela também foi inspiração sua?
Ariel: Foi. Sempre quiz divulgar mais a Capela para que as pessoas saibam que ela existe. Em agosto desse ano tive a ideia de construir um blog e levei para a Marieta e o Padre Sérgio que aceitaram e deram o aval positivo. Em 4 meses nosso blog cresceu muito mais do que podia imaginar. O sucesso dele em tão pouco tempo eu considero magnífico. Já rendeu matérias no Jornal Folha do Centro, no Boletim Brasileiro da SSVP, nos veículos de comunicação de nossa Arquidiocese e muito mais. Temos uma parceria com a Pastoral da Comunicação (PasCom) do Vicariato Urbano que já nos rendeu muitos frutos. Fui convidado recentemente para ser o Coordenador da Comunicação da Segunda Forania do Vicariato Urbano de nossa Arquidiocese. Estamos nos reunindo até o final desse ano para tentar oficializar esse projeto.

Cris: O Blog da Capela não se fecha apenas para a Capela do Menino Deus. Ele abrange igrejas vizinhas não é?
Ariel: Sem dúvida. Se for concretizado o projeto de coordenador da Segunda Forania a tendência é aumentar ainda mais as notícias das igrejas de nossa região. Essa forania abrange as paróquias de Santo Antônio, N.S. de Fátima, Sant'Ana e São Basílio no Centro, Sagrado Coração de Jesus na Glória e Santa Teresa no Bairro de Santa Teresa além de suas respectivas Capelas. No sentido da comunicação as paróquias de Sant'Ana, Santa Teresa e São Basílio saem na frente, pois já tem sua equipe de Pascom e páginas na internet. Porém, as outras vamos tentar implantar aos poucos. A ideia é encher os católicos de nossa forania de informações e atraí-los mais para nossas atividades. O Centro e redondezas estão carentes nesse sentido. Muitos não sabem dos eventos de nossas Igrejas. Cabe a nós divulgarmos para eles.

Cris: Muito obrigado Ariel. Esperamos que seu trabalho na Pascom produza ainda muitos frutos!
Ariel: Eu que agradeço. Fiquem com Deus!
Batizado do Ariel em 1990
Ariel com o Padre Abdias em sua 1ª Eucaristia em 1997
Ariel sendo Crismado por Dom Eusébio em 2003
Ariel com seus pais e o Padre Pio em 2002
Ariel ao lado do Padre José Malenga e as irmãs da Toca de Assis em 2004
Ariel ajudando na Missa ao lado do Padre George Khoury e Wallace em 2005
Ariel em uma apresentação na Capela em 2009
Ariel com Dom Orani, padres e Vicentinos em 2010
Entrevista feita por: Cris Peres
Fotos: Acervo particular de Ariel Carvalho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escreva no quadro ABAIXO seu comentário sobre esta postagem!

Translate