sábado, 23 de outubro de 2010

CF 2011: Fraternidade e a vida no planeta!

Na última quarta-feira, 21 de outubro, durante uma coletiva de imprensa, na sede da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), foi apresentado o material da Campanha da Fraternidade (CF) de 2011. O Secretário Geral da CNBB, Dom Dimas Lara Barbosa, apresentou o tema da Campanha: “Fraternidade e a vida no planeta” e o lema “A criação geme como em dores de parto”.

- A Campanha da Fraternidade de 2011 reflete a questão ecológica, com foco, sobretudo, no problema das mudanças climáticas. Ela se coloca em sintonia com uma cultura que está se expandindo cada vez mais, em todo o mundo, de respeito pelo meio ambiente e do lugar em que Deus nos coloca, não só para vivermos e convivermos, mas também para fazer deste o paraíso com o qual tanto sonhamos, disse Dom Dimas.

O secretário Executivo da Campanha da Fraternidade, Padre Luiz Carlos Dias, presenteou os jornalistas com um texto-base da Campanha, documento que aprofunda o tema proposto.

- O objetivo da campanha é contribuir para a conscientização das comunidades cristãs e pessoas de boa vontade sobre a gravidade do aquecimento global e as mudanças climáticas, e motivá-las a participarem dos debates e ações que visam enfrentar o problema e preservar as condições de vida no planeta, declarou o padre.

A Campanha da Fraternidade terá início na Quarta-feira de Cinzas, 9 de março de 2011, e se estende por toda a Quaresma. A partir deste mês de outubro, as lideranças das comunidades eclesiais estudam os materiais da CF, preparando-se para a realização da Campanha na Quaresma.

*Fonte: CNBB

DIA 24/10 É O DIA DAS MISSÕES. SEJAMOS GENEROSOS!

No próximo domingo, 24 de outubro, a Igreja celebra o Dia Mundial das Missões. Conforme a mensagem do Papa, em atenção à data, a comemoração é uma oportunidade para anunciar o Evangelho. É também dia de coleta, em todas as missas, para a missão.

O Sumo Pontífice destacou que proclamar o amor de Deus e promover a unidade entre os homens é o que dá sentido às ações missionárias. De acordo com o texto, esse é um legado de Jesus para cada indivíduo que já tenha testemunhado esse amor. As palavras de Cristo transformaram a relação entre Deus e os homens, mostrando uma nova face do Senhor: a de Deus pai — sinônimo de caridade e fraternidade.

A mensagem de Bento XVI cita a Eucaristia, introduzida por Jesus, para que os homens pudessem encontrar o amor e, assim, alimentarem sua comunhão com ele, e destaca que receber o amor divino é uma dádiva que não deve estar restrita ao sacramento eucarístico. Deve ser comunicada, propagada, porque a humanidade anseia por isso.

Em um trecho do texto, o Papa caracteriza a sociedade atual como uma sociedade multiétnica, marcada pela solidão e pela indiferença. O Sumo Pontífice orienta os cristãos para que enxerguem essa situação como uma chance para gerar a unidade entre os povos, para que “todo gênero humano constitua um só Povo de Deus, se congregue num só Corpo de Cristo, e se edifique num só templo do Espírito Santo” ("Ad gentes", 7), já que, para ele, a chave da missão é a “construção da comunhão eclesial”.

*Fonte: Portal da Arquidiocese do Rio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escreva no quadro ABAIXO seu comentário sobre esta postagem!

Translate